Adolescente brasileiro é agredido dentro de condomínio em Deerfield

0
862

Lucas de Oliveira, filho da cabeleireira Olga, foi atacado por três homens

A cabeleireira Olga de Oliveira trocou o Brasil pelos Estados Unidos, há 25 anos, principalmente pela questão de segurança. No entanto, na última quarta-feira, o filho dela – Lucas, de 16 anos – foi vítima da violência crescente no sul da Flórida e, o que é pior, dentro do próprio condomínio onde a família mora, em Deerfield Beach. Ele hoje está bem, mas o adolescente chegou a desmaiar por causa das agressões.

O incidente aconteceu na noite de quarta-feira, no condomínio Quiet Waters at Coquina Lakes, próximo à Hillsboro Avenue. Lucas ia jogar o lixo na caçamba, quando foi surpreendido por três homens, que já chegaram distribuindo socos e pontapés. O rapaz desmaiou com a força dos ataques e os três criminosos fugiram levando o celular, o único objeto de valor que o jovem tinha em mãos.
Lucas foi atendido na emergência de um hospital e, apesar dos hematomas, luxação nos braços e o maxilar deslocado, passa bem. A mãe dele acredita em assalto: “É inadmissível que um condomínio que cobra uma taxa cara e exige um código a todos os visitantes não garanta a segurança dos seus moradores”, reclamou Olga. Ela afirma que, apesar de murado, o complexo tem algumas brechas, como uma cerca viva (vegetação) bem em frente ao seu prédio.

A cabeleireira vai à Justiça buscar a reparação pelo que aconteceu. O advogado Max Whitney, que vai representar a família, afirma que o condomínio pode ser responsabilizado no caso. A reportagem do AcheiUSA tentou um contato com a administração do condomínio, sem sucesso.