Águas vivas ameaçam banhistas

0
980

Estes incômodos visitantes estão estragando o prazer de ir às praias no sul da Flórida

Nesta quarta-feira, um casal de Pompano Beach estava a caminho de um barco para fazer mergulhos quando tirou fotos de uma grande quantidade de águas marinhas a cerca de duzentos metros da praia.

As águas vivas maiores (moon jellyfish), que têm o formato arredondado, a cor rósea e ficam pulsando, podem alcançar até 60 centímetros de diâmetro e normalmente aparecem para perturbar os banhistas entre o verão e o final do outono. Elas são levemente tóxicas, com algumas pessoas desenvolvendo vergões avermelhados e doloridos perto da queimadura que podem durar alguns dias.

O chefe Breck Ballou, da Brigada de Resgate Oceânica de Fort Lauderdale, disse acreditar que os recentes ventos a noroeste têm mantido estas criaturas longe da praia. Entretanto, uma mudança de vento para o leste pode estragar o dia na praia. “As águas vivas são (moon jellyfish) geralmente um aborrecimento. Elas não são tão tóxicas como algumas outras”, disse James Scala, que comanda o Resgate Oceânico de Delray Beach. “Ainda assim não gostaria de mexer com elas.”

Charles Messing, professor de biologia marinha da Nova Southeastern University, disse que grandes concentrações deste tipo de água viva são causadas por uma série de fatores, entre os quais correntes marítimas, temperaturas da água e condições climáticas. “Pode ser que algo tão simples como os ventos acabe juntando-as”, disse Messing. “Elas não são boas nadadoras.”

A mais recente invasão deste tipo de água viva – moon jellyfish foi detectada em meados de agosto quando centenas de turistas precisaram ser tratados em toda a costa do sul da Flórida. A dor provocada pela queimadura permanece entre 30 minutos e uma hora. Sérios sintomas incluem aperto no peito, dificuldade de respirar, dor de estômago e vômitos.

Apesar disto, este tipo de água viva (moon jellyfish) não é tão perigoso como sua similar oceânica, conhecida como navio de guerra, que geralmente espalha sua toxicidade em janeiro. À medida que o inverno avança, as águas vivas navios de guerra se tornam maiores, seus tentáculos mais longos, suas queimaduras mais potentes. Em alguns poucos casos, uma queimadura de água viva navio de guerra pode ser fatal.

Os salva-vidas ao longo da praia normalmente levantam uma bandeira “roxa” alertando os banhistas sobre estes incômodos seres. Nesta quinta-feira, salva-vidas em Delray Beach, Pompano Beach, Fort Lauderdale e Hollywood disseram que não houve notícias de queimaduras por águas vivas.

Bryan Armstrong, do Pompano Dive Center, disse que as águas vivas geralmente não perturbam os mergulhadores. “Normalmente, nadamos embaixo delas”, comentou.

Os agentes de resgate oceânico disseram que a melhor maneira de evitar a queimadura é simplesmente não entrar na água quando as bandeiras roxas estiverem hasteadas nos mastros pelos salva-vidas. E as águas vivas que chegam à areia podem também queimar.
Se você for queimado por uma delas, procure imediatamente a ajuda dos salva-vidas, que podem usar uma solução com 5 por cento de vinagre para suprimir a dor. Não esfregue a área infectada, porque isto ajudará a espalhar o veneno.