Airbus envia equipe para investigar acidente em SP

0
625

Equipe de especialistas da França e é encarregada do governo francês de investigar acidentes

Da BBC Brasil
Um grupo de cinco especialistas do fabricante europeu de aviões Airbus já está a caminho do Brasil, acompanhado de experts do Escritório de Investigações e Análises para a Segurança da Aviação Civil (BEA), organismo do governo francês encarregado de investigar acidentes com aviões comerciais, informou a Airbus em um comunicado sobre o acidente com vôo 3054 da TAM.
O procedimento de enviar especialistas técnicos do fabricante do avião que sofreu um acidente para fornecer informações às investigações é uma norma internacional.
A Airbus, empresa com sede em Toulouse, na França, diz no comunicado que as investigações são de total responsabilidade das autoridades brasileiras e que “seria inapropriado para a Airbus entrar em especulações sobre a causa do acidente”.
O avião A320 da TAM com 176 pessoas a bordo foi fabricado em fevereiro de 1998 e entregue à companhia TACA (Central America Air Transportation), informa o comunicado da Airbus.
20 mil horas
O avião que se chocou contra um terminal de cargas em Congonhas já tinha acumulado aproximadamente 20 mil horas de vôo e havia realizado cerca de 9,3 mil vôos.
O A320 é o aparelho mais vendido da “família” de mesmo nome, que inclui ainda o A318, A319 e o A321.
Segundo a Airbus, até junho deste ano, mais de 3 mil aparelhos da “família” completa eram utilizados por 197 companhias aéreas, sendo que 1,7 mil desse total eram aviões A320.

Matérias Relacionadas

Tragédia em São Paulo

Acidente brasileiro virou manchete em todo o mundo

Papa reza por vítimas de acidente da TAM