Alex Silva não fica no Fla; será vendido ou emprestado

0
511

Alex Silva não veste mais a camisa do Flamengo. Em reunião realizada na na Gávea, Luiz Taveira e Régis Villas Boas, respectivamente empresário e advogado do zagueiro, e o diretor de futebol Luiz Augusto Veloso definiram que o jogador não continuará no clube. Pirulito se reapresentou no Ninho do Urubu, vai voltar a treinar, mas continua afastado. Ele será vendido ou emprestado.

O estopim para a saída do zagueiro foi a falta na viagem à Bolívia, nesta segunda. Pela manhã, ele pediu para deixar o hotel em Guarulhos (SP) para conversar com seu advogado e não voltou mais. A atitude tornou a permanência impossível. O vice de finanças e a presidente Patricia Amorim andavam muito incomodados com o comportamento do atleta, a quem consideravam incendiário e fomentador de rebeliões. Até segunda-feira, o clube devia R$ 250 mil de parcelas de luvas a Alex, cujos vencimentos mensais são de R$ 300 mil.

Alex não era o único com luvas e direitos de imagem atrasados, mas decidiu agir. Ele não aceitou o fato de a diretoria do clube não estar cumprindo com o prometido. Na semana passada, o zagueiro ficou irritado com a entrevista em que o vice de finanças Michel Levy atribuiu a “um ou dois marqueteiros” as críticas às pendências financeiras. Ele também soube que o dirigente fez comentários depreciativos ao seu advogado, chamando-o de “bichado” por causa dos constantes problemas no joelho.

Em julho do ano passado, Rubro-Negro adquiriu 50% dos direitos econômicos do jogador junto ao Hamburgo-ALE por € 2,5 milhões (cerca de R$ 5,5 milhões). A outra metade pertence aos empresários Sérgio Malucelli e Juan Figger, que têm sociedade sobre os direitos econômicos do atleta. O contrato com o Flamengo vai até meados de 2014.