Amor e dedicação aos animais abandonados

0
5376

Brasileira dedica tempo para resgatar e ajudar cães e gatos na Flórida. Objetivo é criar uma ONG

Ana Paula Franco

DIVULGAÇÃO
Beth Polk resgata e ajuda cães e gatos na Flórida

Beth Polk resgata e ajuda cães e gatos na Flórida

Todo os dias a brasileira Beth Polk sai cedo da cama com um único objetivo em mente: salvar animais, cães e gatos, abandonados em abrigos de Miami Dade e Broward. Beth mora nos Estados Unidos há 25 anos e sempre amou os animais. Ela participa de grupos de resgate dos bichinhos e, também, por conta própria, arrecada doações, ração, cobertores e procura famílias para adotarem os cães e gatos que estão nesses abrigos.

“Sou filha de fazendeiros no interior da Bahia, Itapetinga, onde nasci e me criei. Sempre tive paixão pelos animais principalmente por cavalos e cachorros. Eu costumava alimentar os animais de rua há um tempo. Mas comecei com resgate há uns sete meses”, conta. Com seu próprio carro, Beth leva comida, casinhas, cobertores e brinquedos para animais de abrigos. Ela vai na casa das pessoas em busca de doações e leva onde for necessário.

Beth trabalha ativamente junto aos abrigos (shelters) de Miami Dade e Broward. Segundo ela, no shelters de Miami muitos bichinhos são sacrificados seja por velhice, deficiência ou para abrir espaço para a entrada de outros animais. “É uma crueldade, é de cortar o coração. Muitas vezes vou até o abrigo em busca de um animal que alguém me avisa que foi pra lá, chego ao local e ele já foi sacrificado”, conta emocionada. Ela afirma que os animais que não têm donos ou que os donos não aparecem para buscá-los por mais de dez dias, são sacrificados. “Os mais sacrificados são os gatos e cachorros da raça pitbull e chihuahua”, completou. Os ativistas defensores de animais estão organizando um protesto contra a morte dos bichinhos em abrigos.

ONG
Beth está com um projeto para criar uma ONG de resgate de animais abandonados em Fort Pierce (FL), cidade segundo ela, mais barata e onde ela tem o suporte de uma amiga que mora no local e poderá ajudá-la. “Vou ficar entre Miami e Fort Pierce. Tenho grandes projetos para o futuro como no espaço da ONG funcionar um restaurante fazenda com almoço aos sábados e toda renda será revertida para o cuidado dos animais . Que Deus me ajude a ajudar esses pobres desamparados”.

As pessoas que quiserem um animal de estimação, antes de comprarem, devem procurar os abrigos de Miami e Broward que oferecem diversos programas de incentivo. Os animais são castrados e vacinados, prontos para receberem um lar. O interessado tem que pagar uma pequena taxa de adoção e pode devolvê-lo ao mesmo local em até 30 dias. Se o futuro dono quiser um animal que não tenha sido castrado ele também deverá pagar uma taxa e assinar um documento.

Consulte os sites para mais informações. Em Miami www.miamidade.gov/animals e em Broward www.broward.org/Animal.

Quem quiser fazer doações ou adotar um animal pode entrar em contato com Beth Polk pelo telefone (305) 890-9310.