Antecipada passeata de organizações de imigrantes em Washington

0
552

As organizações modificaram a estratégia e adiantaram a data de 19 para 17 de maio

As organizações que convocaram a passeata pela reforma imigratória em 19 de maio em Washington anunciaram nesta quinta-feira (11/05) que o evento foi “antecipado”, e acrescentaram que após intensas negociações aceitaram unir-se ao ‘Dia Nacional da Pressão’ que acontecerá no dia 17 de maio na capital americana.

Eugenio Aren, da National Capital Immigration Coalition, em Washington, explicou que a decisão de antecipar a passeata foi tomada em resposta “a notícias publicadas na imprensa” que mostravam um distanciamento entre as organizações de imigrantes. O ativista observou que a partir de agora “trabalharemos unidos e vamos dizer aos membros do Congresso que é necessária uma reforma imigratória que inclua a residência e a cidadania para os 12 milhões de indocumentados que vivem no país”. As organizações anunciaram a criação We Are America Alliance (Aliança Somos América), um esforço nacional formado por organizações comunitárias, trabalhistas, locais, estatais, nacionais e para imigrantes, cujo fim é promover a reforma imigratória integral, comentaram.

O que será feito no dia 17 – No ‘Dia Nacional da Pressão’ as organizações irão ao Congresso e entregarão aos membros das duas câmaras postais, cartas e correios eletrônicos enviados por milhares de imigrantes, residentes e cidadãos dos Estados Unidos que apóiam a reforma ampla.

Desde a semana anterior, algumas organizações hispânicas mostraram dúvidas em relação a apoiar a passeata de 19 em Washington – convocada pelo Movimento Latino USA – e indicaram estar a favor de outro tipo de eventos para seguir pressionando o Congresso.

O sindicato The American Federation of Labor and Congress of Industrial Organizations (AFL-CIO), o maior sindicato de trabalhadores dos Estados Unidos, considerou “apressada” a mobilização prevista para dia 19 e recomendou apoiar atividades paralelas. “Pelo momento não vemos a necessidade de fazer uma passeata nas ruaas, sobretudo quando passaram apenas duas semanas desde a mobilização anterior” (de 1º de maio), comentou Maria Elena Durazo, secretária da AFL-CIO.

Dia agitado – Aren detalhou que o ‘Dia Nacional da Pressão’ começará às 9 da manhã de 17 de maio. “Durante todo o dia estaremos falando com parlamentares sobre a necessidade de uma reforma imigratoria abrangente”, disse.