Após derrota do Galo na Libertadores, cai o técnico Paulo Autuori

0
1206

Levir Culpi é o novo treinador do Atlético Mineiro

DA REDAÇÃO COM GLOBO ESPORTE – Levir CulpiO técnico Paulo Autuori não suportou a pressão da torcida e do mau desempenho da equipe nas últimas partidas e deixou o comando do Atlético-MG, nesta quinta-feira (24), após derrota por 1 a 0 para o Nacional-COL, em Medelím, pelas oitavas de final da Libertadores. O diretor de futebol do clube alvinegro, Eduardo Maluf, foi quem fez o comunicado da saída do treinador.

A gota d’água para a saída de Paulo Autuori foi a fraca atuação do time contra o Nacional-COL, quando o time alvinegro teve uma postura defensiva e chutou apenas duas vezes ao gol do time colombiano. O Galo levou o castigo no final da partida, quando Cárdenas conseguiu vazar o gol de Victor.

O resultado fez com que o Galo chegasse ao terceiro jogo sem vitória e também o terceiro sem balançar as redes na temporada. Além disso, interrompeu uma sequência de 18 jogos de invencibilidade. Paulo Autuori começou a treinar o time no começo deste ano, no lugar de Cuca, que foi para o futebol chinês. Entretanto, o treinador não conseguiu levar o time às mesmas atuações que o antecessor conseguiu e a pressão da torcida por boas atuações chegou ao ápice nesta quinta-feira, quando a sede de Lourdes amanheceu pichada.
Próxima partida

O Atlético-MG vai encarar seu próximo jogo na Libertadores em desvantagem. O galo precisa ganhar com um gol de diferença se não quiser ser eliminado e voltar para BH, para desespero da torcida. O clube perdeu para o Nacional-COL em Medelín na quarta-feira a noite. Nos minutos finais da partida, quando time já estava sentindo o gosto do empate em zero a zero, Sherman Cárdenas acertou o chute e fez o estádio Atanasio Girardot vibrar, para frustração de Ronaldinho Gaúcho que havia acabado de sair de campo.

Com a vitória, o Nacional colombiano joga por um empate no Independência, na próxima quinta-feira 1º de maio, contra o galo. Já o Atlético-MG, se empatar vai ter que decidir nos pênaltis. Para não sofrer e garantir a vaga nos 90 minutos, o time alvinegro precisa de uma vitória por mais de um gol, se quiser passar para as quartas de final.

Mesmo ganhando de 1 a 0, a grande atração do jogo foi a tietagem dos colombianos com Ronaldinho Gaúcho. O atacante foi muito ovacionado e tentou devolver a gentileza com bom futebol, o que foi classificado como “pinceladas de craque” pelo jornal local El Colombiano. Até quando foi substituído em campo no final do segundo tempo, o brasileiro foi aplaudido de pé pela torcida adversária.