Atuação de Neymar impressiona mídia esportiva internacional

0
484

Craque brasileiro volta a ser o queridinho da torcida

Neymar
Jogadores do Barcelona abraçam Neymar após ele marcar o primeiro gol do Barcelona na partida contra o Celta pelo campeonato espanhol

Da Redação, com Globo Esporte – Depois da vitória de 3 a 0 sobre o Celta, com dois gols de Neymar, na última quarta-feira (26), o atacante voltou a ser elogiado pela mídia esportiva da Espanha Os principais jornais espanhóis exaltaram o brasileiro e compararam a atuação diante dos galegos aos tempos em que o jogador costumava brilhar com a camisa do Santos.

“A estrela do Barça lembrou em muitos momentos aquele jogador mágico e desequilibrante que deslumbrava com o Santos, destacou o catalão “Sport”.

O “Mundo Deportivo” diz que o jogo de Neymar conta o Celta já foi suficiente para dar fim aos questionamentos que o camisa 11 vinha recebendo nas últimas semanas.

Com dois gols e uma partida notável, o brasileiro respondeu às críticas que havia recebido e caminha para um fim de temporada apaixonante.

A imprensa madrilenha também se rendeu ao brasuca. Crítico tradicional do Barcelona, o “Marca” foi mais discreto, mas não deixou de elogiar o atacante.

“À certeza do despertar azul e grená se somou Neymar, que voltou a sorrir e convencer com dois gols”, disseram.

O Barcelona venceu o Celta de Vigo, por 3 a 0, e assumiu a segunda colocação do Campeonato Espanhol, mas a preocupação em torno da lesão de Victor Valdés deixou um clima de tensão no Camp Nou. Em menos de uma hora depois chegou o diagnóstico após exames mais detalhados: o goleiro rompeu os ligamentos do joelho direito e não jogará mais pelo clube catalão.

Críticas
No início do mês, essa mesma imprensa espanhola fez duras críticas pela má atuação do jogador. E não foi apenas a imprensa que crucificou Neymar. Johan Cruyff, um dos maiores ícones da história do clube, também criticou Neymar. Ele acredita que o atacante brasileiro seja o maior problema atualmente na equipe catalã, por seu salário. E chegou a dizer que “ninguém é Deus aos 21 anos”