Autor da Lei do Arizona perde eleição no estado e terá que sair

0
590

O senador estadual Russell Pearce, autor da polêmica lei anti-imigrante no Arizona, foi derrotado nas eleições especiais de revisão (eleições convocadas para avaliar a atuação do parlamentar depois de eleito) de terça-feira pelo seu adversário Jerry Lewis, também republicano, mas que não apoia a repressão aos imigrantes e defende a extinção de benesses e privilégios concedidos a parlamentares por grupos de interesse.

Pearce é a estrela republicana no Senado Estadual do Arizona e parlamentar há dez anos. Foi ele o autor do projeto S.B. 1070, que resultou na rigorosa lei de imigração do Arizona que passou no Senado no ano passado, levando o Governo Federal a entrar com uma ação contra ela. A lei, que permitiria à polícia questionar qualquer cidadão sobre sua condição imigratória, caso houvesse uma suspeita razoável de que alguém não tenha documentos, foi bloqueada antes de entrar em vigor.

Russell foi considerado uma melhor alternativa pelos eleitores, e teve o apoio de uma improvável coalizão formada pelos republicanos críticos de Pearce e facções de apoio a uma reforma imigratória. Petra Falcon, da organização Promise Arizona, que apoia os imigrantes, disse que a derrota reflete a insatisfação da população quanto às posições extremistas de Pearce.

Vamos guardar as bandeiras políticas, disse Falcon em um comunicado. Estamos dispostos a trabalhar fora das linhas partidárias. Esperamos um diálogo produtivo com o senador Lewis., completou Falcon.

A Promise Arizona contou com 300 voluntários para uma ação corpo-a-corpo, visitando mais de 7.000 casas na região, desde setembro. O grupo contatou cerca de 2.000 eleitores latinos na terça-feira, encorajando-os a votar.

Um ano e meio depois da aprovação da lei, podemos dizer que a fronteira está mais segura que antes da passagem da lei? Acho que a resposta é não, disse o recém-eleito Lewis. Proteger a fronteira e garantir a segurança pública requerem que a polícia e nossos escritórios de sheriffs tenham os melhores recursos para combater os cartéis de crimes violentos. Nesse a aspecto, a S.B. 1070 é um fracasso, acrescentou.

Pearce, entetanto, permaneceu com a S.B. 1070, apesar das ações contra a medida impetradas pelo Governo Federal e diversos grupos de direitos civis.

Uma das promessas de campanha de Lewis é um projeto de lei abolindo a prática de presentear os legisladores, e disse durante um comício que não aceitará de nenhum lobista ou grupo de interesse entradas para jogos, almoços ou qualquer outro privilégio.