Bactéria encontrada em águas costeiras mata homem na Flórida

0
747

DA REDAÇÃO – O americano Henry Konietzky e sua esposa Patty foram pescar caranguejos na praia de Ormond, Costa Oeste da Flórida. Quando voltou para casa, o homem percebeu uma pequena lesão no tornozelo que ele pensou ser apenas uma picada de inseto. No entanto, ele desenvolveu uma ferida e, depois, se confirmou que estava contaminado com a bactéria Vibrio vulnificus, encontrada em águas costeiras. A bactéria se espalhou rapidamente pelo corpo e ele morreu em dois dias e meio.

Essa bactéria, segundo informações do Instituto Nacional de Saúde dos EUA Saúde (NIH), é um organismo altamente venenoso que causa infecções severas em pessoas saudáveis.

Vibrio vulnificus é uma espécie de bactéria gram-negativa que vive em ambientes marinhos. Ela está relacionada ao Vibrio cholerae (cólera) e sua infecção causa septicemia, infecção generalizada.

O Centro de Controle de Doenças dos EUA considera a infecção por Vibrio vulnificus uma doença rara e de acordo com especialistas a maioria dos casos ocorre nos estados que têm litoral no Golfo do México.