Brasil estreia com vitória sobre a Croácia

0
736

Neymar marca duas vezes e Oscar uma, na boa estreia da Seleção em São Paulo

Copa 2014
Copa Fest reuniu mais de 300 brasileiros no Elk’s Park, em Pompano Beach

A Copa do Mundo está de volta ao Brasil, 64 anos depois do primeiro mundial realizado no país, quando os uruguaios derrotaram a Seleção numa final dramática em pleno Maracanã. Desde então, o Brasil já conquistou cinco campeonatos do mundo (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002). Agora, o time comandado por Felipe Scolari tem a responsabilidade de acabar de uma vez com o trauma da derrota em 1950 e finalmente levantar o caneco em casa.

Cercado de polêmicas por conta do alto custo das obras de infraestrutura e dos estádios construídos especialmente para o torneio, quando o país ainda sofre com sérias deficiências nos serviços mais básicos, o torneio demorou para conquistar o coração dos brasileiros. Mas, a paixão nacional pelo esporte acabou contaminando a grande maioria da população, e mais uma vez o país se viu galvanizado em torno do campeonato e unido na torcida pela Seleção.

A cerimônia de abertura, na quinta-feira (12), foi na recém inaugurada Arena Corinthians, em São Paulo, que já ganhou o apelido de Itaquerão, por causa da localização do estádio, no subúrbio paulistano de Itaquera. Depois de uma cerimônia simples, com foco na diversidade cultural e na valorização das belezas naturais do país, Cláudia Leitte, Jeniffer Lopez e Pit Bull interpretaram a música oficial da Copa, ‘We Are One’, para um estádio ainda com alguns espaços vazios, duas horas antes do começo de Brasil x Croácia, único jogo do primeiro dia do torneio.

Nas capitais São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte, a polícia enfrentou manifestantes que protestavam contra realização do torneio e várias pessoas foram presas por atos de vandalismo. Bombas caseiras, coquetéis molotov, paus e pedras foram usados como armas pelos manifestantes, que enfrentaram cassetetes, bombas de efeito moral e balas de borracha da polícia.

Nada disso, entretanto, tirou a atenção da maioria dos brasileiros, que ficaram ligados no primeiro jogo a caminho do hexacampeonato da Seleção, para exorcizar de vez o fantasma do ‘Maracanazo’ de 1950, que silenciou as quase 200 mil pessoas que foram assistir à final no então recém inaugurado Maracanã. Reformado, o mesmo Maracanã vai receber a final da Copa 2014 no dia 13 de julho.

O Jogo
A Croácia abriu o placar logo aos dez minutos do primeiro tempo. Depois de um cruzamento pela esquerda, a bola passou por todo mundo, menos por Marcelo, que num lance infeliz tocou a bola contra o gol de Júlio Cesar. Depois do susto, o Brasil levou algum tempo para se recompor, mas dominava a partida, com mais de 65% de posse de bola. Aos 29, a bola sobrou para Neymar na entrada da área, e com um chute rasteiro no canto esquerdo do goleiro empatou a partida. A Seleção continuou pressionando até o final do primeiro tempo, e teve pelo menos duas boas chances de marcar e virar o jogo. O Brasil virou o jogo no segundo tempo, com mais um gol de Neymar, cobrando pênalti inexistente em Fred, aos 26 minutos. Oscar, melhor jogador em campo, ampliou no finalzinho, aos 45. Felipão mexeu no time duas vezes no segundo tempo, com Bernard entrando no lugar de Hulk, Hernane no lugar de Paulinho e Ramires substituindo Neymar. O Brasil volta a campo na terça-feira (17), em Fortaleza, contra a Seleção do México.

Na comunidade
O que não faltaram foram opções na comunidade brasileira para acompanhar o jogo junto com a família e amigos. Bares, restaurantes e igrejas ficaram lotados. No Jack’s Pizza, em Deerfield Beach, foi necessário ocupar a calçada para acomodar a torcida.

Copa 2014

No tradicional restaurante Picanha Brazil, em Boca Raton, as mesas foram tomadas pelo grupo verde-amarelo duas horas antes do início da partida. Cada momento foi acompanhado com muita emoção e o gol da Croácia fez muita gente temer pelo pior, mas logo as coisas mudaram e os torcedores vibraram. O local ficou cheio e a administração do restaurante teve que fazer malabarismo para atender a todos.
Na igreja CEIZS, também em Deerfield Beach, quase cem pessoas se reuniram para assistir ao jogo em português. Tudo acompanhado com muito churrasquinho e refrigerante.