Brasil será ultrapassado pela China em número de turistas que visitam EUA

0
1488

Departamento de Comércio norte-americano estima que possa haver até queda inédita de 5% na quantidade de brasileiros que visitam o país

DA REDAÇÃO (com Folha de S.Paulo) – Mesmo com o dólar mais caro (a moeda registrou valorização de 12% em relação ao real no ano passado), o Brasil se manteve como o quinto país que mais enviou turistas aos Estados Unidos. Foram 2,26 milhões de visitantes em 2014, alta de 10% em relação ao ano anterior. Em 2015, no entanto, o país deve perder para a China a posição no ranking, que leva em conta os países fronteiriços Canadá e México.

A projeção é do Departamento de Comércio norte-americano e foi divulgada durante o IPW15, o maior evento da indústria do turismo norte-americano, que aconteceu em Orlando, na Flórida, entre 30 de maio e 3 de junho.

Com o avanço maior do dólar e o agravamento da crise da economia brasileira, em 2015 o número de turistas que se destinam aos EUA deve, numa estimativa otimista, crescer 4% – se o cenário no Brasil se agravar, há quem projete uma queda inédita de 5%, depois de uma década em que o número de visitantes brasileiros cresceu a uma taxa de quase 22% ao ano.

Embalado pelos tempos de real forte e por preços mais módicos nos EUA, entre 2005 e 2014, o número de turistas brasileiros saltou de 480 mil pessoas para mais de 2,2 milhões (alta de 498%). No mesmo período, o gasto total do viajante do Brasil saltou de US$ 3 bilhões para US$ 13 bilhões no ano passado. A alta em 2014 foi de 5%.

Os principais destinos procurados pelo turista brasileiro nos EUA foram, pela ordem, a Flórida (principalmente Miami e Orlando), a cidade de Nova York e o Estado da Califórnia (com destaque para Los Angeles e San Francisco).