Brasileira relata desespero durante tempestade de neve

0
939

Ana Luiza Cruz deve ter se arrependido de ter trocado Miami por uma cidade tão fria

Chicago, conhecida como a Cidade dos Ventos, registrou uma das mais baixas temperaturas do país
Chicago, conhecida como a Cidade dos Ventos, registrou uma das mais baixas temperaturas do país

Da redaçao com G1- A brasileira Ana Luiza Cruz ficou presa dentro de seu carro por mais de 9h perto de Chicago. Ele conta que nunca passou tanto frio e medo quanto no último domingo (5), por conta da nevasca que atingiu o país no início da semana.

A jovem que havia passado férias em Miami com uma amiga voltava para Chicago quando teve que desviar sua rota, por causa de um bloqueio na estrada. A decisão acabou por levá-las para áreas ainda mais perigosas.

Quando pegaram um caminho alternativo, o carro em que elas estavam atolou mais de três vezes, junto a outros carros. “Até a polícia estava tendo dificuldades para se locomover. Foram mais de 9 horas desde o momento em que mudamos a rota até o resgate”, contou Ana Luiza. As duas, assim como outras pessoas na mesma situação, foram levadas para uma quadra de esporte transformada em abrigo temporário. Ana Luiza conseguiu retornar para casa somente na quarta-feira (8).

Assim como Ana Luiza que ficou ‘presa’ no carro, outros brasileiros e turistas ficaram ‘presos’ nos aeroportos pelo país. Vários aeroportos atrasaram voos devido a nevasca e outros simplesmente cancelaram os pousos e decolagens deixando dezenas de passageiros sem ter para onde ir.

Em Detroit, um grupo de aproximadamente 50 brasileiros ficou por pelo menos três dias sem poder sair do aeroporto já que a sensação térmica do lado de fora era de -25 graus.

Ana Luiza Cruz ficou presa em seu carro por mais de nove horas em um engarrafamento provocado pela nevasca em Chicago
Ana Luiza Cruz ficou presa em seu carro por mais de nove horas em um engarrafamento provocado pela nevasca em Chicago