Brasileiras são destaque no Nolcha, em NY

0
652

Carolina Brasil e Carmem Gusmão, da Flórida, estarão em badalado evento de moda

O Brasil sempre foi destaque na semana de moda de New York com suas belas modelos e estilistas famosos e em 2008 não será diferente. No entanto, duas brasileiras aqui do sul da Flórida estarão esse ano no maior evento do mundo fashion na Big Apple exibindo suas produções: elas são Carolina Brasil e Carmem Gusmão que participarão do Nolcha, um evento paralelo ao Fashion Week, que mistura seminários e desfiles, revelando ao mercado as novas tendências e os novos talentos em alta-costura, jóias e outros acessórios.

Baiana por adoção, já que nasceu no Rio de Janeiro, Carolina Brasil está em Miami há quase 10 anos, desde que veio para os Estados Unidos cursar faculdade de moda. Nesta mesma época, começou a produzir biquinis para uso próprio: “Gostava de misturar peças e o pessoal elogiava muito. Aí percebi que poderia fazer disso um negócio”, lembra. Assim nasceu a marca Carolina Brasil, cujas primeiras 300 unidades produzidas foram vendidas em apenas um mês.

No Nolcha, a brasileira vai exibir não apenas swimwear, mas uma moda praia mais completa, com vestidos e bolsas. As roupas, inclusive, são versáteis e combinam com qualquer ocasião. “Os vestidos podem ser usados em qualquer cotexto. Com uma sandália baixa vão bem em ocasiões informais, mas com salto alto deixam as mulheres chiquérrimas”, explica Carolina.
O tema do seu desfile será algo como “gladiadores de Cleópatra”, em que os acessórios serão produzidos por Carmem Gusmão. “As jóias dela têm tudo a ver com as minhas roupas, pois são exóticas e fashion. Além disso, a nossa energia combinou muito”, conta a estilista, ressaltando que as duas têm trajetórias semelhantes.

Artista plástica bastante conhecida na comunidade brasileira, Carmem Gusmão se tornou designer de jóias há cinco anos, influenciada por outro profissional do setor, com quem dividiu um atelier na Califórnia. Desde então, seu objetivo na confecção das peças é criar sempre algo único, a partir de pedras brasileiras, criatividade e muito bom-gosto.

“Não se trata de uma produção em massa, mas cada jóia é feita à mão e não existe outra igual. Por isso chamo de escultura de vestir”, conta Carmem, que costuma demorar mais de sete horas para produzir um colar. Nas peças ela gosta de usar material guaribado em brechós e muitas pedras brasileiras.

O desfile das peças de Carolina Brasil com jóias de Carmem Gusmão vai acontecer no dia 10 de setembro, no Prince George Ballroom, no coração de Manhattan. Para conhecer mais o trabalho das duas artistas, acesse os sites www.carolinabrasil.com.br e www.carmemgusmao.com.