Brasileiro acusado de terrorismo vai ser julgado em maio

0
392

Cláudia Cruz mostra a foto do filho Francisco Fernando, preso em Miami

Cláudia CruzO brasileiro Francisco Fernando Cruz, de 22 anos, preso desde o dia 9 de janeiro por enviar emails à polícia de Miami e à TAM Linhas Aéreas com ameaças de bomba em um avião será julgado no dia 22 de maio. O anúncio da data foi feito pela mãe do brasileiro, Cláudia Cruz, que acredita na possibilidade da justiça americana inocentar of filho. “É sempre uma angústia, não dormimos mais direito. Espero que esse julgamento corra como esperamos para possamos ter paz”, desabafa a mãe que mora em Sorocaba, interior de São Paulo.

No dia 8 de janeiro, o Departamento de Polícia de Miami (MDPD) e a TAM Linhas Aéreas receberam um email alertando sobre a existência de uma bomba em um avião da empresa que sairia de Miami para o Brasília, Distrito Federal. A mensagem informava: “Flight must not take off. Targeted. It will go down. Retaliation. Cargo is dangerous. Be advised” (Voo não deve decolar. Marcado. Vai cair. Retaliação. Carga é perigosa. Estejam avisados).

O Departamento de Polícia de Miami rastreou a origem da mensagem e concluiu que ela foi enviada de um computador na Montclair State University, em Montclair, Nova Jersey. As câmeras de segurança flagraram o brasileiro enviando as mensagens.

Na época, a TAM reforçou a inspeção e não encontrou nada. O estudante brasileiro foi preso no aeroporto de Miami quando tentava embarcar no voo da TAM que ele mesmo havia ameaçado. Caso seja considerado culpado, o estudante Fernando Francisco Cruz pode pegar até 5 anos de detenção e pagar a multa de $250 mil.

A mãe do brasileiro, Cláudia Cruz, afirmou que conversa com o filho por telefone e ele está muito arrependido. Ela acredita que ele teria enviado as mensagens “no calor da emoção de retornar para casa”. O estudante morava há 2 anos em Nova Jersey e retornava ao Brasil para renovar seu visto.