Brasileiro é vítima de crueldade em Massachusetts

0
907

Gerente de uma pizzaria, Lu Oliveira foi sequestrado e agredido com taco de beisebol porque patrão (foto) desconfiou dele

Já está preso e aguardando a definição sobre sua fiança o dono de uma pizzaria que agrediu um brasileiro com um taco de beisebol, na cidade de Tyngsborough, próxima a Boston, em Massachusetts. Entre outros crimes, Eric Sideri é acusado de tentativa de assassinato contra Lu de Oliveira, que trabalhava como gerente do restaurante e que, segundo o americano, teria roubado 20 mil dólares do caixa do estabelecimento. Oliveira foi atendido num hospital da região com ferimentos na boca e nas pernas.
Tudo aconteceu no último fim de semana na Angela’s Coal Fired Pizza. De acordo com o boletim de ocorrências, o comerciante chegou ao restaurante na noite de sábado depois de encerrado o atendimento e ordenou que todos os empregados da limpeza deixassem o local para uma reunião a portas fechadas com o gerente. Oliveira disse em seu depoimento, na Corte de Lowell, que Sideri estava de “mau humor” e perguntou sobre uma quantia em dinheiro que havia sumido. O americano chegou a ameaçá-lo com uma arma apontada para a boca ao exigir uma resposta: “Isto pode levar um minuto ou a noite toda”, disse o proprietário, segundo o relatório do policial Michael Cassella.
Mas não foi só isso: Sideri imobilizou o brasileiro com uma corda e o agrediu nas pernas com um taco de beisebol de madeira. Depois da surra, Oliveira foi colocado na carroceria de uma van, em meio a sacos de lixo, e ouviu do seu agressor que ele o mataria e que “ninguém jamais saberá o que aconteceu”. No entanto, momentos depois decidiu liberar o brasileiro, que fugiu por uma floresta e ligou para a namorada de uma loja de conveniência em New Hampshire. O dono da pizzaria foi preso no domingo à noite.