Brasileiro está na disputa pela Palma de Ouro

0
618

‘Na Estrada’, de Walter Salles, do prêmio de maior prestígio do Festival de Cinema de Cannes

Por: Carlos Wesley

O cineasta carioca Walter Salles pode interromper um jejum de meio século. Explica-se: desde 1962, com ‘O Pagador de Promessas’, de Anselmo Duarte, um filme brasileiro não fatura a Palma de Ouro do Festival de Cinema de Cannes, na França. Este ano, porém, o diretor de ‘Central do Brasil’, é um dos favoritos ao prêmio, com o longa ‘Na Estrada’, inspirado no livro de Jack Kerouac e que influenciou uma infinidade de movimentos de vanguarda nas décadas de 60 e 70.

O favoritismo de Salles, porém, não está apenas apoiado na importância histórica da obra de Kerouac. O elenco é outro ponto forte do filme e tem Kirsten Dunst, Viggo Mortensen, Alice Braga e Kristen Stewart, a nova queridinha do público jovem por seu papel na saga ‘Crepúsculo’. Além disso, a produção recebe a assinatura de ninguém menos que Francis Ford Coppola, que, após assistir a ‘Diários de Motocicleta’ escolheu o cineasta brasileiro para levar para a tela grande as páginas da obra-prima publicada em 1957.

Há quem veja, aliás, muitas semelhanças entre ‘Na Estrada’ e ‘Diários de Motocicleta’, afinal ambos os filmes são relatos de viagens em que dois amigos experimentam processos de transformação a partir do que vivenciam no caminho. A diferença é que no novo filme de Salles a jornada foi regada a muita bebida, drogas e sexo. “O livro de Kerouac marcou gerações e tem uma trama envolvente. O maior desafio foi levar para a tela a mesma intensidade dos personagens, que estavam buscando coisas novas e colidiram com uma América conservadora”, afirmou o diretor brasileiro, que nunca disfarçou seu apreço pelos chamados ‘road movies’. “Na Estrada” tem estreia prevista para junho.

Já o Festival de Cannes começa em 16 de maio e terá ainda mais participações brasileiras. O cinema do nosso país será homenageado com uma sessão especial, quando será exibido o filme “A Música Segundo Tom Jobim”, de Nelson Pereira dos Santos.