Brasileiro foragido será deportado imediatamente

0
606

João Maximiano de Oliveira, conhecido na comunidade como ‘Xurupita’, vai cumprir pena de seu crime no Brasil

Acusado de matar um policial com vários tiros numa emboscada há quase 20 anos em São Paulo, o brasileiro João Maximiano de Oliveira, de 49 anos, deve ser deportado ainda em abril para cumprir sua pena no Brasil. Ele vivia em Deerfield Beach com a família – mulher e duas enteadas – e vendia carros para a comunidade brasileira no sul da Flórida.
João Max, cujo apelido era ‘Xurupita’, foi capturado por agentes do FBI, que estavam investigando sua vida há vários dias depois que o serviço de inteligência da polícia brasileira recebeu indicações de que Max estaria vivendo na Flórida. Na verdade ele chegou ao estado no início da década de 90, logo depois de entrar nos Estados Unidos pela fronteira com o México.
Como fugitivo internacional, o brasileiro passou os últimos anos vivendo de forma discreta e, graças às suas atividades, conseguia placas de veículos temporárias. Neste período ele também atuava como intermediário de contratos de aluguel de imóveis para membros da comunidade brasileira
João Max vivia na casa de número 519 SE 8th Avenue, em Deerfield Beach, e até que seja confirmada a sua extradição ele ficará no Krome Detention Center, em Miami.