Brasileiros acusados de estuprar adolescente em cruzeiro estão presos em Broward

0
593

Garota de 15 anos, de Iowa, estava no cruzeiro com seus pais, que saiu de Ft. Lauderdale para o Caribe

Uma adolescente disse ter sido estuprada por dois passageiros brasileiros enquanto encontrava-se a bordo do Allure of the Seas, da Royal Caribbean, que partiu de Port Everglades, em Fort Lauderdale, depois de ter sido atraída de uma boate para uma cabine privada de madrugada.

O navio zarpou da cidade de Fort Lauderdaleno Natal para um cruzeiro de nove dias, passou por ilhas do Caribe, e voltou aos EUA no começo da semana.

Convidada por um garoto de 15 anos G.S., natural de Ponta Grossa (PR) para uma festa em sua cabine, a menina disse ter pensado que encontraria amigos, mas, quando entraram na cabine,havia apenas um homem dentro, identificado pela polícia de Broward como Luiz Scavone, 20 anos, morador da região do Morumbi (zona oeste da cidade de São Paulo). Os dois não a deixaram sair e, segundo disse a polícia, forçaram relações sexuais com ela.

A adolescente de 15 anos tentou desvencilhar-se dos rapazes, ao dizer que precisava voltar para a cabine de seus pais, mas os dois a estupraram. Ela reportou o fato imediatamente aos oficiais do navio, conforme consta no boletim de ocorrência registrado no Broward Sheriff Office.

Presos em Boward

Luiz Scavone, por ser adulto, compareceu perante ao juiz John Jay Hurley para a primeira audiência na corte nesta quarta-feira, acusado de ter cometido atos de lascívia. Hurley estipulou uma fiança de $10,000 para Scavone e reteve seu passaporte. Em seguida, seguiu para o presídio principal do condado de Broward em Fort Lauderdale, onde aguardaas autoridades de imigração dos EUA,enquanto o adolescente foi levado para um centro de avaliação juvenil também no condado de Broward.

Cynthia Martinez, gerente da Global Corporate Communications, que representa a Royal Caribbean, disse que o navio reportou o incidente imediatamente ao FBI e à polícia local, e permitiu que seus agentes abordassem o navio no porto para investigar a denúncia.

A equipe de assistência aos passageiros da Royal Caribbean ofereceu à menina todo o tipo de assistência, inclusive cuidados médicos e aconselhamento’’, afirmou Martinez através de um comunicado.

Ela disse ainda que a Royal Caribbean continuará a dar todo apoio aos órgãos policiais durante as investigações.

O Consulado-Geral do Brasil em Miami disse que foi informado das prisões e que está prestando assistência aos brasileiros, entretanto os funcionários consulares não souberam informar quais tipos de medidas deverão ser tomadas para dar suporte aos brasileiros. O órgão também não soube inform