Brasileiros estão entre os mais empreendedores

0
633

A taxa de empreendedorismo entre os brasileiros é de 12%, a terceira mais alta entre os países que participam do G20, o grupo dos países em desenvolvimento. A pesquisa é desenvolvida em mais de 60 países e tem o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) entre seus parceiros há nove anos. Segundo o economista Marcelo Neri, professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), a capacidade empreendedora do brasileiro será um elemento central para superar os efeitos da crise financeira internacional no país.

“O brasileiro se acostumou com o fato de comer três vezes ao dia e não vai baixar o padrão de vida por conta de uma crise. Tudo leva a crer que as pessoas vão à luta para continuar consumindo”, disse Neri. Para ele, o Brasil está em posição privilegiada, porque já está acostumado com crise e sabe lidar com adversidades. Mesmo assim, ainda são necessárias políticas sociais para pequenos empreendedores colocarem em prática seus sonhos, como a concessão de crédito e educação, que é o passaporte para os novos mercados.

De acordo com a pesquisa GEM, 80% dos empreendedores são capazes de gerar renda e emprego; 8% dos 12% de novos negócios surgem por oportunidade e 4%, por necessidade. Os números revelam ainda que 65% consideram que têm muita concorrência.