Brasileiros processam o ICE

0
1001

Ação, impetrada pelo advogado Jeff Ross (foto) em Miami, acusa autoridades de negligência porque imigrantes não receberam atendimento médico

Os imigrantes brasileiros Jaime Miranda e Daniel Padilha, que estão presos no Centro de Detenção em Pompano Beach, entraram com um processo na Justiça americana contra o ICE (Immigration and Customs Enforcement). Eles acusam a polícia de imigração de negligência porque as autoridades se recusaram a fornecer remédio e o tratamento prescritos pelos médicos. A dupla está entre os cerca de 40 indocumentados (brasileiros, dominicanos e hondurenhos) encontrados num barco que afundou, em outubro de 2008, que tentava entrar ilegalmente nos Estados Unidos pela costa da Flórida. Três pessoas – inclusive um brasileiro – morreram naquele acidente e os outros foram detidos pela guarda costeira.

A ação foi impetrada pelo escritório Ross & Associates, de Boston, que representa os brasileiros desde a ocorrência do caso e chegou a entrar com pedido de asilo político e revogação das suas deportações. Jaime e Daniel chegaram a receber ordem de deportação, mas graças à intervenção do advogado Jeff Ross os dois não foram expulsos do país. A ação contra o ICE foi impetrada na Justiça de Miami, nesta quinta-feira. A petição inicial diz que os brasileiros sofreram de “transtorno estresse pós-traumático” e não receberam atendimento médico.