Caixas continuam extraviadas nos portos brasileiros, deixando clientes desesperados

0
704

Brasileiros perdem mudanças inteiras ao retornar para casa e as encomendas não chegam ao destino final

Por Dine Estela

O jornal AcheiUSA vem denunciando desde outubro de 2011 as fraudes no envio de caixas por vias marítimas para o Brasil e as reclamações dos clientes por extravio dos objetos pessoais têm sido uma constante no jornal. O site recebe diariamente dezenas de reclamações sobre várias empresas, no entanto, a Ipanema Moving que decretou falência recentemente tem liderado o ranking das reclamações dos consumidores que não sabem mais a quem recorrer.

Otair Junior, CEO da Ipanema Moving, concedeu uma entrevista ao jornal Hello Brasil News esta semana informando oficialmente que a empresa estaria decretando falência, mas que os clientes poderiam ficar tranquilos porque teriam seus bens devolvidos. Faço parte desta massa comunitária, conheço os seus sacrifícios e desafios, tenho empatia e sinto a dor da comunidade, por isso não vou medir esforços para amenizar e resolver os problemas de cada um dos nossos clientes. Eu e minha família estamos sofrendo muito com tudo isso, disse. No entanto, ninguém recebeu nenhuma informação até agora do paradeiro de seus objetos pessoais.

Apesar das promessas, alguns clientes estão tomando providências judiciais. Dona Eunice, de East Boston, por exemplo, foi radical e entrou com uma queixa-crime contra o dono da Ipanema para reaver seus bens. Na matéria publicada na semana passada pelo HBN, ela conseguiu receber seu cheque esta semana da Ipanema e a ordem de prisão foi revogada.

Origem dos problemas

A falta desta documentação legal, do ponto de vista de origem das transportadoras que enviam encomendas, e o uso constante de laranjas para enviar suas caixas com contrabando misturados aos objetos pessoais de pessoas inocentes e que podem acabar sendo tratadas como laranjas é o que caracterizam o crime, segundo as leis internacionais. Para burlar tudo isso, as propinas aos fiscais ficam cada vez mais caras e muitas empresas estão quebrando como foi o caso da Ipanema.

Hoje nos EUA poucas são as empresas que têm licenças e documentação para enviar mudanças ou pacotes internacionalmente, as outras precisam de laranjas e aluguéis de licenças de terceiros, que é uma prática comum. Contudo, o nome da transportadora não aparece nos boletins de envio, é como se elas não existissem.

Aviso aos navegantes: A legislação brasileira permite que você envie sua mudança nos navios na modalidade LCL/LCL.

DEPOIMENTOS

Regina Célia é uma das pessoas que está esperando sua mudança desde setembro do ano passado. “Eu tambem caí no golpe da Ipanema Moving. Mandei minha mudança em setembro, chegou no porto em novembro, foi vistoriada, mas não pode ser liberada. Não sei mais o que fazer”, conta desesperada. Alguns clientes já estão entrando com processos contra a empresa para reaver seus bens ou o valor referente em reais.

Luciana Cordeiro, de Curitiba, Paraná: “Mandei minha mudança para o Brasil e meu contêiner possui mais quatro mudanças. Ele chegou ao porto no dia 31 de outubo de 2011. No dia 20 de setembro de 2011, estava em trânsito marítimo. Se você recebeu informação sobre sua mudança com as datas que coincidem com as minhas, entre em contato, pois estamos no mesmo contêiner. É bom nos unirmos ou não vamos conseguir retirar nossos pertences”.

Flaviana Ramos, de Poços de Caldas, Minais Gerais: “Enviei três caixas contendo meus pertences pessoais pela Ipanema Moving. No dia 15 de novembro de 2011, recebi um email da Ipanema Moving comunicando que o contêiner já tinha chegado no porto de destino e aguardava liberação. Desde então, não consegui mais me comunicar com eles. Eles já não atendem mais o telefone e o website já não existe mais. Alguém tem mais informações a respeito?”.

Jaime Teixeira Mendes, Newark, New Jersey: “Também enviei uma caixa pela Ipanema Moving em 14 de janeiro de 2011 e até agora não tenho notícias. Liguei na Transmudanças e recebi a mesma mensagem. Eles retiraram tudo semana passada, e sabe Deus para onde levaram. Não atendem mais nenhum telefone e não tem mais endereços. Segundo a Transmudanças, eles disseram que iriam abrir falência na última terça, dia 13 de março. Não sei mais o que fazer”.

Talita, Bauru: “Acabei de ligar na Transportadoa Transmudanças e fui informada de que as caixas que estavam armazenadas com eles foram retiradas pela Ipanema Moving na última segunda-feira, 5 de março”.


HISTÓRICO DA EMPRESA

A Ipanema Logistics Limited Company, habilitada a trabalhar como Domestic Limited Liability Company, fundada em 11/07/2008, mais popularmente conhecida como Ipanema Moving, durou menos de quatro anos, mas nos últimos anos já vinha enfrentando sérios problemas de logística porque, apesar de não ser proibido enviar caixas dos EUA para o Brasil, perante a legislação brasileira somente mudanças são permitidas e, mesmo assim, é necessário ter uma documentação oficial e completa para o contêiner ser liberado pela Receita Federal do Brasil.