Califórnia começa a emitir carteiras para indocumentados

0
1495

Longas filas se formaram em frente às agências do departamento de trânsito no primeiro dia útil do ano

“Longas

DA REDAÇÃO – Na manhã de sexta-feira (2), enquanto alguns voltavam à rotina do trabalho depois dos feriados de fim de ano, outros esperavam em longas filas do lado de fora das agências do departamento de trânsito (motor vehicles department) da Califórnia. Elas esperavam o momento de conseguir uma sonhada carteira de motorista, que desde o início de 2015 já pode ser requisitada por qualquer morador do estado mais populoso dos EUA, independente de seu status imigratório.

A Califórnia é o décimo estado, além de Washington D.C. e Porto Rico, a emitir carteiras desta forma, segundo o Immigration Law Center. O estado é o que tem o maior número de imigrantes indocumentados no país. O governo estima que mais de um milhão de moradores poderão tirar suas carteiras de motorista depois da lei que entrou em vigor no dia primeiro. A novidade é bem-vinda para a polícia e para as companhias de seguro, já que tornará as ruas da Califórnia mais seguras.

A lei requer que o motorista prove que é residente legal, mas a nova lei determina apenas que ele prove que resida no estado. Isso significa apresentar qualquer coisa como prova, desde contas de luz e telefone a contratos de aluguel. O motorista precisa também mostrar prova de identidade, o que pode ser feito com o passaporte ou documentos de identidade de uma lista de países. Além disso, como qualquer outro que requisite a carteira, ele tem de passar nos exames de vista, no teste escrito de conhecimentos e no teste de habilidade prática ao volante. Se aprovado, depois do pagamento de uma taxa de $33 a carteira é emitida.

Quando assinou a lei no ano passado, o governador da Califórinia, Jerry Brown, disse que ela representava uma mensagem aos californianos indocumentados, dizendo que eles não precisavam se esconder.

“As pessoas indocumentadas não ficarão mais nas sombras”, disse Brown. “Eles estão presentes e serão respeitados no estado da Califórnia.”

O governo de Brown deixou claro que a lei explicitamente proíbe que as informações obtidas para a concessão das carteiras sejam usadas em qualquer tipo de investigação ou prisão baseada na condição imigratória do portador.

A lei teve o apoio dos chefes de polícia e das companhias de seguro, porque com ela haverá mais motoristas devidamente testados e habilitados nas ruas. Dave Jones, diretor de seguros do estado, disse no ano passado que a medida “vai tornar o ato de dirigir mais seguro para todos nós.”