Candidatos a vereador por Deerfield Beach participam de debate com a comunidade

0
476

Brasileiro Jimmy Albuquerque foi o único concorrente do Distrito 3 a comparecer ao evento, na Igreja Católica

Os mais de 100 lojas e restaurantes que pertencem a membros de nossa comunidade faz de Deerfield Beach um pouco brasileira. Pois agora, o Distrito 3 da cidade pode ter um comissioner (espécie de vereador) brasileiro. Ele é o empresário Jimmy Albuquerque, que no dia 10 de março tentará, nas urnas, se tornar o primeiro de nossos conterrâneos a ocupar tal cargo. No último domingo ele participou de um debate organizado pela ‘Brazilian American Coalition’, um novo grupo formado com o intuito de ajudar os brasileiros em suas necessidades e problemas no Estados Unidos.

Na ocasião, os candidatos aos cargos de comissioners tiveram a chance de expor suas idéias à comunidade. Dos três concorrentes do Distrito 3, apenas Jimmy participou do evento. “Sabemos que muitos brasileiros da região ainda não votam, mas é importante mostrar à nossa população que queremos lutar por melhores condições para os moradores de Deerfield Beach”, disse o empresário. Esta também foi a tônica do comentários de Darren Covar, da Coalizão. “Nosso objetivo é dar à enorme colônia brasileira uma voz no futuro governo”, explicou. Ele pretende também divulgar as informações sobre como funciona o processo eleitoral na cidade e explicar como as decisões do governo afetam os brasileiros, sejam eles cidadãos ou não.

As eleições para comissioner no Distrito 3 têm sido, nos últimos anos, definida pelo nome apoiado pelo condomínio Century Village, onde moram cerca de 12 mil pessoas. No entanto, este ano, dois nomes se apresentaram como candidatos do complexo – e isso abre uma boa chance para Jimmy. “Quero mostrar que vou cuidar da totalidade de Deerfield Beach e não de apenas um condomínio”, disse o brasileiro, ressaltando que a cidade tem cerca de 30 mil moradores, mas só 10 mil são eleitores.

Outra idéia de Jimmy é sugerir novas formas de aumentar a arrecadação da cidade. A proposta inicial seria a criação de uma taxa turística, a ser cobrada em gastos em hotéis, restaurantes e outros pontos frequentados por visitantes. “Com isso, teríamos mais verbas para aumentar os salários de funcionários públicos, policiais e bombeiros, por exemplo, e ainda para obras de infraestrutura”, explicou.

Para vencer a eleição, Jimmy aposta nos últimos 15 dias de campanha. “Quero espalhar publicidade e visitar as comunidades”, disse. Para isso, ele precisa arrecadar em torno de 10 mil dólares e conta com a ajuda dos empresários brasileiros. Para contribuir com a campanha ou mesmo bater um papo com o candidato, os interessados devem ligar para o telefone (954) 815-4559. E para quem vota, o nome do brasileiro será o primeiro da cédula.