Candidatos democratas lutam pelo apoio hispânico

0
715

Num evento político histórico, sete candidatos democratas que disputam a indicação para disputar a Presidência da República dos EUA pelo Partido Democrata fizeram campanha para milhões de telespectadores hispânicos, abragendo tópicos que incluíram imigração e cuidados médicos no primeiro debate presidencial do país a ser transmitido em espanhol.

O debate foi ao ar neste domingo à noite pela rede Univision, diretamente do campus da University of Miami e revelou poucas diferenças de pontos de vista entre os candidatos acerca de temas como imigração, política para América Latina, saúde pública e educação, e demonstrou desacordos no que se refere ao momento em que os Estados Unidos devem retirar seus soldados do Iraque.

Este importante eleitorado, que reúne cerca de 17 milhões de votantes, pode ser decisivo numa eleição apertada, como se prognostica que será a de 2008. As perguntas feitas pelos âncoras Jorge Ramos e Maria Elena Salinas eram feitas em espanhol e traduzidas para o inglês para que os candidatos respondessem. E as respostas eram traduzidas em espanhol para os telespectadores. A regra causou protesto do governador do Novo México, Bill Richardson, que fala fluentemente o espanhol por ser filho de mãe mexicana.

Se os candidatos cumprirem as promessas, os imigrantes terão o que comemorar, caso um dos democratas vencer a eleição presidencial no próximo ano. Todos eles juraram promover um esforço para corrigir o problema da imigração em seu primeiro ano de governo.