Cartas do leitor

0
831

A diáspora brasileira
Li o artigo do Antonio Tozzi e, como usualmente, gostei. Tudo clarinho, bem explicadinho, didático. Para mim, que sou professora, um prato com entrada, prato principal e sobremesa. Mas vou por minha colher. Resumindo, o que os brasileiros não querem enfrentar no caso duma hipotética volta ao Brasil seria: falta de planejamento, falta de segurança, leniência com a corrupção, enfrentar um governo do PT (segundo Gilson Koishi, meu marido, parti tarde) com todo seu clientelismo, corrupção, mais a chance de enviar um I-Phone a São Paulo, como Gilson fez, e seu irmão nunca ter recebido. E ainda chegar no Brasil e dar de cara com a aprovação da lei do presidiário, estão sabendo mais essa? Uma das minhas aposentadorias, a do INSS, é de um salário mínimo, R$ 631,00 ou por perto. Já o presidiário ganhará (se a lei for aprovada) R$ 930,00 aproximados, por ter roubado, matado, falsificado e quem vai pagar será nós, aquele que foi vítima dele. E mais, um dia de junho será o Dia do Presidiário. Meus sais, por menos que isso o Papa pediu as contas.
Susana Menda

Promoção Vitality/AcheiUSA

Gostaríamos de agradecer imensamente o destaque que vocês deram para o Vitality nesta edição (#442) do Jornal Achei USA! A reportagem ficou muito boa! Bem descontraída e informativa! As fotos estão ótimas e a repórter Joselina foi super simpática e fez um excelente trabalho! Ficamos super satisfeitas com a promoção e tenho certeza que só veio a somar também para o jornal, que presta tanto serviço à nossa comunidade brasileira! Muito obrigada a toda à sua equipe do jornal e especialmente à Esterliz e ao Jorge que sempre nos recebem com tanto carinho e atenção!
Miriam e Sheila, Vitality Laser Spa