Caso Isabela só terá inquérito concluído em maio

0
634

Por cautela, polícia quer esperar novos depoimentos e reconstituição

A conclusão do inquérito policial que apura o assassinato da menina Isabella de Oliveira Nardoni só será concluído em maio. Cauteloso, o delegado do caso, Aldo Galiano Junior, preferiu aguardar os laudos da perícia para anexá-los ao processo e realizar também a reconstituição do crime e a acareação entre os indiciados. Isabella morreu após ser jogada do 6º andar no dia 29 de março e os principais suspeitos são o pai e a madrasta da garota. A polícia deve pedir à Justiça a decretação da prisão preventiva de Alexandre Nardoni e de Anna Carolina Jatobá.

O delegado disse que o inquérito do caso já tem seis volumes, mas a Secretaria de Segurança Pública afirmou que os advogados do casal questionaram os métodos de investigação e apontaram uma série de irregularidades supostamente cometidas na condução do processo. A decisão da polícia em adiar o fim do inquérito tem por objetivo evitar a necessidade de investigações complementares a pedido do Ministério Público Estadual (MPE). “Eu acho que estamos fazendo um trabalho técnico e responsável. A cautela é a melhor arma que a polícia tem”, afirmou Galiano.