Chávez afirma que Venezuela está em “guerra de resistência” contra EUA

0
559

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou neste domingo que a Venezuela está empenhada em uma “guerra de resistência” contra a “guerra global” dos EUA.

“A guerra de resistência é a arma contra qual estamos derrotando e derrotaremos a ameaça da guerra imperial `dos Estados Unidos`”, disse o presidente venezuelano, vestido com trajes militares, na capital Caracas.

Chávez, que assistia uma parada militar, afirmou que as Forças Armadas são “uma instituição para animar” o projeto nacional “que a maioria dos venezuelanos tem adotado, o socialismo”.

Segundo o líder venezuelano, o mundo entrou em um novo tipo de “guerra global” após o fim da era da Guerra Fria e especialmente o episódio de 11 de setembro de 2001, data dos atentados terroristas aos EUA.

Ele afirmou que os Estados Unidos são “o império mais agressivo, mais imoral e mais cínico de quantos já existiram. Ameaça a todo mundo e afirma que irá ao rincão mais isolado do planeta utilizando o combate ao terrorismo como desculpa”.

“O poder militar da Venezuela não para agredir ninguém mas sim para evitar loucuras imperiais, para seguir construindo em paz nossos sonhos, uma democracia profunda e verdadeira, o poder popular”, acrescentou.