Chilenos que invadiram o Maracanã serão deportados

0
620

Chilenos que invadiram o Maracanã serão deportados

Torcedores chilenos que invadiram quarta-feira (18) as instalações do Centro de Mídia do Maracanã, antes do início do jogo entre o Chile e a Espanha, foram detidos e encaminhados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, zona norte do Rio. As autoridades brasileiras estão nas fronteiras e nos aeroportos para garantir que os invasores deixem o Brasil em até 72 horas depois do ocorrido.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança, por causa da “ação agressiva e orquestrada”, a organização do evento pediu o apoio da Polícia Militar (PM) para proteger outras áreas de acesso ao estádio.

Segundo a secretaria, foram presos 85 torcedores. Os chilenos não tinham ingressos para a partida e, ao entrarem no Centro de Mídia, quebraram divisórias do local. Já no gramado, parte dos torcedores foi detida por seguranças da Federação Internacional de Futebol (Fifa).