Cidade da Califórnia não quer imagem de santuário de imigrantes

0
407

Em Escondido, que vem recebendo cada vez mais latinos, governo local dificulta mais a vida dos indocumentados

Escondido, pequena localidade ao sul da Califórnia, tem registrado um aumento constante em sua população latina – e isso vem preocupando as autoridades locais, pois boa parte destes novos moradores estão em situação irregular. Há dois anos, a prefeitura tentou implantar uma lei multando os propietários que alugavam suas propriedades a indocumentados, mas a iniciativa acabou sendo rechaçada pelos empresários e donos de imóveis. Para conseguirem atingir seu objetivo, funcionários de Escondido têm proposto projetos com diferentes enfoques legais, tentando assim reduzir o impacto que tais leis possam provocar na opinião pública.

O mentor desta nova postura é o conselheiro municipal Ed Gallo. Ele admite que a suspensão da lei contra os proprietários de imóveis acabou gerando uma imagem de que Escondido aceita a presença de indocumentados, mas a realidade não é esta. “Queremos mudar esta imagem. Se alguém está aqui em situação ilegal, não pertence a esta cidade. Como governo, temos que fazer cumprir as leis, inclusive as referentes à imigração”, disse.

Medidas curiosas

Para tanto, a prefeitura tem criado medidas curiosas para detectar a presença de imigrantes e uma delas é a proibição de carros antigos pela cidade. A ordem, disfarçada de determinação para melhorar a qualidade de vida e do ar de Escondido, tem o objetivo de encontrar motoristas sem carteira. No ano passado, 14 pessoas foram presas nesta situação. “O departamento de polícia não pode garantir a segurança da fronteira, mas faremos o possível para eliminar os criminosos estrangeiros desta comunidade”, ameaçou o sheriff Jim Maher. Ele confirmou que seus policiais perguntam aos condutores de veículos sobre o status imigratório.

Para quem considera as medidas fora de cotexto, o conselheiro Ed Gallo tem a resposta na ponta da língua: “Por que somos considerados racistas quando decidimos executar as leis? Na verdade, os indocumentados é que violam as leis, ao permanecerem neste país sem permissão”, vocifera, garantindo que os residentes de Escondido estão a favor das iniciativas.

Escondido é uma das muitas localidades americanas que estão utilizando iniciativas locais para tentar resolver o problema imigratório. Entre maio de 2006 e outubro de 2007, 131 cidades reforçaram sua luta contra imigrantes irregulares com leis deste tipo.