Clínicas da Flórida oferecem exame de mamografia a baixo custo

0
3391

Durante outubro, mês de conscientização sobre o câncer de mama várias entidades estão oferecendo mamografia com desconto

Joselina Reis

 Médicos e organizações não governamentais usam o mês de outubro todos os anos para chamar a atenção das mulheres para a necessidade de autoexame da mama e mamografia como métodos preventivos contra o câncer de mama. É nessa época que diversas clínicas reduzem o preço da mamografia computadorizada e ultrassom quase pela metade, testes que custariam em média $200 (para pessoas sem seguro de saúde) podem ser feito por até $50. Muitos laboratórios nem exigem o pedido feito por um médico nessa época do ano.

Como uma maneira de conscientizar as mulheres da importância do diagnóstico precoce, entidades de saúde também organizam palestras e atividades sociais. O hospital Jackson Memorial oferece durante o mês de outubro três oportunidades em que as pacientes podem receber mais informações sobre o câncer de mama e ainda receberem de graça uma sessão de maquiagem. Os eventos acontecem nos dia 15, 17 e 22 de outubro, mas é necessário pré-cadastro pelos telefones (305) 256-5245/ 585-5942/ 654-5040.

Estatísticas da Sociedade Americana do Câncer (American Câncer Society, nome em inglês) apontam que uma entre oito mulheres terão câncer de mama. O ginecologista Daniel Levin, da clinica Levin’s Women’s Health, em Miami, alerta que esse número poderia ser menor se o auto exame da mama fosse feito todo mês após a menstruação. “Se descoberto cedo, a paciente tem grandes chances de ser curada. O exame tardio ainda é o grande problema”, acredita.

Levin, que é ginecologista e obstetra, lembra que orienta suas pacientes que tem histórico familiar de câncer de mama a fazer a mamografia regular após os 40 anos. Antes disso, o autoexame é o suficiente, e a mamografia só em caso de suspeita de nódulo.

O ginecologista conta que após a notícia que a atriz americana Angelie Jolie fez um teste genético para detectar suas probabilidades de desenvolver câncer de mama a procura por informações sobre o teste cresceu.”No começo foi muito complicado explicar às pacientes sobre o exame e porque ele é tão difícil de conseguir”, lembra. Ele conta que infelizmente esse teste ainda não é custeado pelos planos de saúde e nos EUA somente um laboratório faz o teste. O preço, $4 mil, afasta a maioria das pessoas que não tem plano de saúde.