Comercialização da maconha gera polêmica na Califórnia

0
572

Somente em Los Angeles, há quase mil pontos de venda da droga para fins terapêuticos

As autoridades de Los Angeles (Califórnia) decidiram restringir a venda da chamada “maconha terapêutica”, que de acordo com a lei estadual pode ser prescrita por médicos e comercializada em locais autorizados. A primeira medida é reduzir o número de estabelecimentos que servem de ponto de venda da droga – atualmente há quase mil lojas, mas a prefeitura quer manter em atividade somente 137 locais e o Conselho Municipal pede apenas 70.

Diante da possibilidade de desvio do uso da maconha “medicinal”, algumas cidades da Califórnia, como West Hollywood, Palm Spring e Berkeley adotaram desde o início restrições para controlar a venda legal, estabelecendo limites para o número de pontos de comercialização e volume (entre 2 e 4 onças por paciente). Segundo a nova legislação, os locais de venda de maconha terão que observar uma série de condições, ainda em debate.