Comunidade ainda pode votar em seus representantes até o dia 9

0
593

Eleição está sendo feita via site www.brasileirosnomundo.mre.gov.b

Os mais de três milhões de brasileiros que vivem fora do país natal têm a oportunidade de estabelecer com o governo federal um canal permanente. O Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior (CRBE) será formado por quatro nomes por região – América do Norte e Caribe; América do Sul e Central; Europa; Ásia, África, Oriente Médio e Oceania – e terá apenas caráter consultivo.

O procedimento eleitoral é simples: os emigrantes que têm mais de 16 anos podem votar no candidato preferido através do site www.brasileirosnomundo.mre.gov.br, até o dia 9 de novembro (próxima terça-feira). Aqui na América do Norte/Caribe, há 50 nomes concorrendo ao cargo, que não é remunerado, sendo a maioria aqui da Flórida. O novo Conselho será empossado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na III Conferência Brasileiros no Mundo, em dezembro.

Para registrar seu voto, cada eleitor deverá fornecer informações como cidade e país onde reside, nome completo, endereço eletrônico e o número de um documento de identidade brasileiro (passaporte, CPF ou título de eleitor no exterior). A participação de todos é fundamental para que os brasileiros no exterior possam ter suas reivindicações atendidas em Brasília.

Veja a relação oficial dos candidatos na América do Norte:

Adriana Sabino, carioca, é presidente do Centro Cultural Brasil-Estados Unidos, na Flórida;
Alfredo Patrício, paulista, vive no Canadá e é engenheiro eletrônico;
Assir Reis da Silva, pernambucano e atua em ONGs no Michigan;
Bartira Lustosa Romero, curitibana da Flórida;
A psicóloga Célia Alcântara é de Niterói e mora na Flórida;
Cleide Silva, baiana, vive na Flórida e também é psicóloga;
O carioca Cristiano Beraldo é outro candidato da Flórida;
Daniel Viana, carioca, trabalha com comércio exterior em Illinois;
David de Souza Barrozo é pastor em Massachusetts e nasceu em Rio Bonito, no estado do Rio;
Dilermando Lemos, capixaba e pastor adventista em Connecticut;
a paulista Eli Martins é da Flórida e tem experiência na área de comunicação;
Eliel Berger dos Santos, curitibano da Flórida, onde chegou há 16 anos;
Esper Emi, mais uma baiana, vive no Canadá, onde adquiriu experiência no movimento estudantil;
Ester Sanchez-Naek, mineira, é a única juíza de paz brasileira nos EUA;
Flávia Pinto, carioca, mora na Califórnia e atua na área de serviços sociais;
Francisco Sampa pernambucano, é jornalista e promotor cultural em Newark;
Jane Desmond, paulista e vive no Canadá atuando como professora e consultora;
Josivaldo Rodrigues, outro pernambucano do Canadá e é fisioterapeuta;
o carioca Júlio Braga tem mais de 20 anos de comunidade brasileira nos EUA;
Karen Braga Dias, carioca da Flórida, acabou de se formar em International Business;
Maíra Jackson, mineira, mora na Califórnia, é gerente de banco;
o paulista Marcos Elias, da Flórida, é funcionário do Banco do Brasil;
Marli Duarte Cagley, carioca de New Jersey, é líder comunitária;
Melissa Pereira Morais de Oliveira, do Rio de Janeiro, mora na Flórida e é formada em Comércio Exterior;
Milton Cardoso, conhecido como ‘Obama do Brasil’, é paulista e mora na Flórida há 30 anos;
Mais um mineiro, Neílton Noronha é agente imobiliário;
Nelson Lisboa, paulista do Canadá, é professor;
Pastor Saulo, de Atlanta, sempre trabalhou pela comunidade;
Paulo César Pinheiro Ramos, carioca, criou uma fundação dos direitos dos brasileiros no exterior;
Paulo César Teixeira é advogado e jornalista;
Paulo Monauer, paranaense, vive em Massachusetts;
Regiane Luna é maranhense e empresária, mora em New Jersey;
Ricardo Braxtor, natural de São Pauylo, mora em New York;
o goiano Ronney Oliveira é de Orlando;
Rubens Onofrio Jr., paulista, da Flórida, e é músico;
Sêneca Esposti vive há mais de 12 anos na América;
Sérgio Melo, natural de Brasília, mora na Califórnia e construiu carreira na área de tecnologia;
Shirley Nigri Faber, carioca, mora em Massachusetts desde 2001;
Silair Almeida é pastor da maior igreja brasileira na Flórida e já recebeu a Insígnia da Ordem de Rio Branco, uma das maiores comendas do governo brasileiro;
Sobek Rebello, de Manaus, mora no Canadá e é empresário;
Taylor Matos, paulista, atua no setor imobiliário;
Veronique Ballot, paulista, é a única candidata do Caribe e atua na Associação Brasil-Martinica;
Walter Mourisso, mineiro, trabalha com jovens e adolescentes.