Condado de Broward procura famílias temporárias

0
752

Objetivo é encontrar famílias que possam cuidar de crianças que se encontram em situações de risco e aguardam decisão judicial

Joselina Reis

O condado de Broward está recrutando Foster Families (famílias temporárias) para abrigar crianças vítimas de violência. A entidade responsável por administrar o sistema social para crianças em situação de risco na região, a organização não governamental (ong) Childnet oferece ajuda financeira de $15 e $35 por dia para despesas; prioridade na lista de adoção; apoio psicológico; seguro de saúde e escola.

Segundo informações da ong, toda vez que uma criança é encontrada em situação de risco e o Estado precisa retirá-la temporariamente dos pais a prioridade é colocada na casa de familiares ou amigos, porém nem sempre isso é possível. Os últimos números da organização (23 de maio de 2012) apontam que 38 crianças estão em abrigos no condado de Broward esperando por uma família temporária.

Atualmente o condado tem 441 famílias temporárias cadastradas, mas o número ainda não é suficiente. Nem sempre as famílias cadastradas estão disponíveis ou os pré-requisitos estabelecidos por elas não são compatíveis com as crianças que esperam nos abrigos.
Quando a família é selecionada, informa idade, sexo e número de crianças que quer abrigar. As exigências deixam muitas crianças de fora do sistema.

Longo caminho

Nos abrigos, geralmente casas onde adultos são contratados para morar no sistema de revezamento, as crianças ficam por alguns dias e logo após deveriam ser enviadas para famílias temporárias onde esperam pelo momento de retornar à casa dos pais biológicos. A espera às vezes pode ser longa, o governo normalmente oferece várias oportunidades para a família cumprir com algumas exigências pré-estabelecidas para reaver os filhos, mas em muitos casos as crianças nunca voltam para a casa dos pais. Elas podem ficar até um ano entre abrigos e famílias temporárias até o juiz decidir que ela está apta para adoção.

Nesse caso, a Foster Family tem prioridade na hora da adoção. Jim McElhannon, responsável por orientar novas Foster Families, lembra que as famílias temporárias precisam dar prioridade em construir um relacionamento de amizade com a criança. “Ela (a criança) teve que ser retirada dos pais rapidamente, é um trauma. A família temporária precisa fazê-la se sentir segura”, explica.

Para ser escolhida como Foster Family, a pessoa ou casal precisa participar de um treinamento de 30 horas oferecido por uma das 14 agências em Broward cadastradas pela Childnet; ser aprovada em um estudo domiciliar; as despesas com a criança podem ser deduzidas do Imposto de Renda americano (taxes) e a família recebe entre $15 e $35 por dia para despesas, dependendo da idade e estado de saúde da criança. O Estado oferece seguro saúde e paga pré-escola enquanto os pais temporários trabalham.

Toda criança que esteve em Foster Family e foi adotada tem o direito de seguro saúde até completar 18 anos; faculdade paga pelo governo estadual; ajuda psicológica por tempo indeterminado e ajuda de custo de $400 por mês. A família que adota uma dessas crianças tem desconto de até $12 mil no próximo imposto de renda e reembolso de mil dólares para custear despesas da adoção.

A ong Childnet precisa atualmente de famílias aptas a receberem irmãos, adolescentes, recém-nascidos e crianças com necessidades especiais. No próximo dia 21 de junho, a entidade vai oferecer uma palestra gratuita sobre o tema na sede da organização localizada em Plantation, 313 N. State Road 7. Os interessados devem confirmar presença pelo telefone (954)414-6001 ou enviar um email para Jim McElhannon no endereço eletrônico jmcelhannon@childnet.us. Outras informações no website www.childnet.us.