Confiança do consumidor nos EUA registra crescimento em setembro

0
748

A confiança do consumidor nos EUA registrou crescimento neste mês, atingindo 104,5 pontos, contra os 100,2 observados em agosto (dado revisado), informou nesta terça-feira o instituto privado de pesquisa The Conference Board.

De acordo com o instituto, a elevação na confiança reflete a queda nos preços da energia e uma ligeira melhora nas expectativas dos consumidores quanto à oferta de empregos no país.

O resultado de hoje representa um avanço ainda maior se comparado ao resultado original de agosto, 99,6 pontos (resultado mais baixo em nove meses).

O dado de hoje também excedeu a expectativa dos analistas, que era de 102,3 pontos.

“Uma avaliação mais favorável das atuais condições, além de um cenário de curto prazo menos pessimista impulsionou a confiança do consumidor neste mês”, disse a diretora do centro de pesquisa do instituto, Lynn Franco.

No entanto, segundo Franco, “não há muitos sinais de mudança significativa na atividade econômica à medida em que entramos no último trimestre de 2006”.

O indicador sobre a atual situação econômica subiu para 127,7 pontos neste mês, contra 123,9 em agosto; já o componente de expectativas subiu para 89 pontos, contra 84,4 no mês passado.

Entre os entrevistados pelo instituto, 14,4% responderam que esperam um aumento no número de ofertas de emprego nos próximos meses, contra 14,2% em agosto. Os que disseram que há vagas suficientes à disposição, por sua vez, aumentaram para 25,9%, contra 24,5% há um mês.

Dados sobre comportamento do consumidor são acompanhados com atenção nos EUA, uma vez que o consumo responde por cerca de dois terços de toda a atividade econômica do país.