Corinthians valoriza o vice-campeonato

0
557

Apesar de perder o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil, Gobbi segue confiante no elenco

A perda do título da Copa do Brasil na decisão contra o Sport fez a diretoria do Corinthians lembrar das dificuldades que enfrentou para montar o atual elenco alvinegro. O vice de futebol Mário Gobbi Filho procurou valorizar o vice-campeonato.
“O Corinthians também está de parabéns. Em janeiro, pegamos a casa destruída. Nós reconstruímos essa casa e não dá para esperar que em seis meses ela seja a mais bonita do País, mas competimos firme e chegamos. O Corinthians fica mais forte e vai chegar forte”, afirmou o dirigente.

O presidente Andrés Sanchez assumiu o clube em outubro e, na época, não fez mudanças no departamento de futebol, já que o time estava no meio do Campeonato Brasileiro e brigando para não ser rebaixado. A degola, porém, não foi evitada, e a diretoria fez uma reformulação no elenco no início do ano.

Apesar das perdas do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, Gobbi reitera que segue confiante no elenco. O dirigente, porém, admite que o time não receberá um prêmio por ter chegado ao vice-campeonato do torneio de mata-mata.

“Havia uma prêmio combinado desde o início pelo título, mas não há premiação pelo vice”, afirmou o vice-presidente de futebol. A enorme dívida do Corinthians é um dos principais problemas encontrados pelos dirigentes.

Mano parabeniza Sport

Apesar das críticas à arbitragem depois da derrota, o técnico Mano Menezes elogiou o time adversário, comandado por Nelsinho Baptista. O treinador alvinegro explicou que as contestações do clube não desmerecem a conquista da equipe pernambucana.

“Não estamos criticando e nem desmerecendo o título do Sport. Fui cumprimentar o Nelsinho porque não tiro o mérito de ninguém, mas erros acontecem”, afirmou, antes de despejar crítica à arbitragem.

Depois da vitória por 3 a 1 no Morumbi, na semana passada, o Corinthians deixou escapar o troféu ao perder por 2 a 0 na Ilha do Retiro, já que os gols anotados fora de casa servem como critério de desempate. Mesmo dando os parabéns ao campeão, Mano Menezes não considerou justo o desfecho da decisão da Copa do Brasil.

“Não foi justo. Na primeira parte do jogo, fomos melhores”, disse. “Mas, pelo o que eu vi no campo, eu tenho certeza que mesmos se tivéssemos segurado os três gols de diferença lá, dificilmente ganharíamos o título aqui”, comentou.