Corpo de brasileiro morto no Iraque chega ao Brasil

0
613

O Itamaraty informou nesta quinta-feira em nota oficial que foram localizados no Iraque os restos mortais do engenheiro brasileiro João José Vasconcellos, que era funcionário da construtora Norberto Odebrecht e estava desaparecido desde 19 de janeiro de 2005.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, a identidade foi confirmada “em exame realizado por peritos forenses” com o apoio da Embaixada do Brasil no Kuait.

Os restos mortais já foram repatriados, chegaram na madrugada desta quinta-feira a São Paulo e foram enviados para o funeral, que ocorre amanhã às 16h no Cemitério Parque da Saudade, em Juiz de Fora (MG).

Álbum de Família

Engenheiro da Odebrecht estava desaparecido desde 2005
Após o desaparecimento, o governo brasileiro realizou inúmeros contatos na tentativa de localizar Vasconcellos e chegou a designar um diplomata para acompanhar o caso.

Na nota, o Itamaraty lembra que, desde o desaparecimento, personalidades políticas, esportivas e religiosas fizeram apelos humanitários, e familiares do engenheiro gravaram mensagens, veiculadas na imprensa escrita e em cadeias de TV dos países árabes.

O ministério afirma ainda que membros das comunidades árabe e islâmica no Brasil também cooperaram na busca de informações.

O Itamaraty diz que o governo brasileiro “lamenta profundamente a morte do engenheiro” e apresenta “à família e aos amigos” seu pesar.

Família

A irmã do engenheiro, Isabel Vasconcellos, disse ser um momento muito difícil para a família, mas afirmou que o encontro é uma “conclusão”.

“Não resta dúvida de que o encontro `dos restos mortais` fecha um ciclo. No fundo, mãe e pai sempre têm esperanças, mas nós `irmãos` já acreditávamos que isso `a morte` tivesse ocorrido”, afirmou.

“É a constatação do que já esperávamos, após dois anos e meio de silêncio”, lamentou.

Segundo ela, é o fim da expectativa, “mas o sofrimento continua, pois vamos continuar sem saber o que se passou e o que ocorreu. Essa dúvida acho que vamos ter sempre”, disse a irmã do engenheiro.

Seqüestro

Vasconcellos trabalhava no Iraque na construção de uma usina elétrica pela construtora Norberto Odebrecht. Ele desapareceu em 19 de janeiro quando radicais islâmicos atacaram o veículo em que viajava perto da cidade de Baiji, a 180 quilômetros de Bagdá.

A ação conjunta foi reivindicada pelos grupos Brigadas Mujahidin e Exército de Ansar al Sunna. No dia em que o brasileiro desapareceu, os dois funcionários da Janusian que o acompanhavam, um britânico e um iraquiano, foram mortos por rebeldes.

Três dias depois de seu desaparecimento, a rede de TV árabe Al Jazira exibiu um vídeo `sem áudio` em que rebeldes mostravam sua carteira de mergulhador e algumas cédulas de reais, mas em nenhum momento foram divulgadas imagens do engenheiro