Crise leva americanos a viverem em tendas

0
1121

Acampamentos são a alternativa para quem perdeu a casa e o emprego

Semelhantes aos acampamentos dos sem-terra no Brasil, as ‘hoovervilles’ americanas já podem ser encontradas em várias cidades do país, no mais claro retrato da crise econômica pela qual passa a América. Tratam-se de áreas descampadas usadas por pessoas que, depois de perderem seus empregos e suas casas, decidiram se instalar em tendas ou barracas de camping.
O nome ‘hooverville’ remete às favelas da era da Depressão americana, na primeira metade do século passado. O visual lembra mais o de um país subdesenvolvido, afetado pela pobreza de seu povo – mas esta é a nova realidade para muitos aqui nos Estados Unidos. “Não se pode admitir que num país rico como o nosso crianças e famílias inteiras não tenham um teto decente para morar”, afirmou o presidente americano, Barack Obama.
Na cidade de Seattle, os moradores das tendas apelidaram o acampamento recebeu o apelido de ‘Nickelsville’, em referência ao prefeito local, Greg Nickels. Na Califórnia, onde foi tirada a foto que ilustra esta matéria, há pelo menos três concentrações de sem-teto – em Fresno, Sacramento e Los Angeles. “Nós estamos tratando a situação como se fossem vítimas de desastre”, disse Gregory Barfield, que está encarregado da administração de um acampamento de duas mil pessoas em Fresno.