Delegado que ganhou 17 vezes na loteria é demitido

0
888

Luiz Ozilak, o delegado de polícia sortudo que em apenas três meses ganhou 17 vezes na loteria, foi demitido ontem do cargo pelo governo do Estado de São Paulo.

Ele está foragido há um ano, desde que a prisão preventiva sob as acusações de associação para o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro foi decretada pela Justiça.

A demissão de Ozilak foi decidida pelo governador José Serra, uma semana depois de o jornal O Estado de S. Paulo ter mostrado que os processos administrativos do então delegado se arrastavam sem conclusão.

Ozilak tinha cinco processos abertos contra ele na Corregedoria da Polícia Civil, mas foi afastado por um deles. O então delegado teria registrado o Hotel Louisville em nome de duas mulheres usadas como laranjas.

O lugar, em Juquitiba, na Grande São Paulo, foi avaliado em R$ 12 milhões. Os outros quatro processos administrativos em que Ozilak responde são por concussão, associação para o tráfico, porte ilegal de arma e abandono de serviço.

À Justiça, ele foi denunciado pelos promotores do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), depois que o Conselho de Controle de Atividade Financeira (Coaf) apontou que o então policial ganhara 17 vezes na loteria em 2001.

Ele é ainda acusado de envolvimento com uma carga de 549 quilos de cocaína transportada no avião de um sócio. A aeronave caiu no Estado do Amazonas.