Deportar todos ilegais custaria $285 bilhões

0
381

Custo é absurdo e pode revelar-se inexequível nestes tempos de contenção de gastos

Temos ouvido muito sobre imigração, inclusive a chamada do presidente para uma reforma da imigração, o plano de Gingrich focando na imigração e na deportação de imigrantes ilegais criminosos, o mais novo plano de Romney de autodeportação e uma discussão sobre quem quer deportar mais avós.

E a questão que permanence sem resposta é esta: quanto custaria deportar uma avó indocumentada?

Um ano atrás, o vice-diretor do Departamento de Fronteiras e Polícia de Imigração (ICE) Kumar Kibble disse no Congresso que custaria cerca de $12,500 para deportar um imigrante indocumentado.

Entretanto, um relatório de 2010 do Centro para o Progresso Americano (CAP) e da Rob Paral and Associates examinou mais atentamente as dotações orçamentárias do ICE e decompôs os custos por pessoa para cada um dos quatro estágios do processo de deportação: apreensão, detenção, procedimentos legais e transporte. O enorme custo de deportação por pessoa ao qual eles chegaram atingiu o valor de $23,480.

O relatório aponta que os orçamentos do ICE e da Patrulha de Fronteiras e Alfândega dos EUA aumentaram em 80% desde 2005, chegando a $17.1 bilhões no ano fiscal de 2010. Se os EUA fossem executar uma campanha de deportação em massa, isto custaria, em cinco anos, $285 bilhões, o que “significaria novos impostos de $922 para cada homem, mulher e criança do país e $5,100 dólares a menos para a educação dos estudantes em cada escola pública e privada, desde a pré-escola até o ensino secundário.

Como é decomposto o valor de $23,480:

1. Apreensão: $18,310

O orçamento do ICE em 2008 para as apreensões foi de $1.24 bilhão e financiou 67,728 apreensões. Isto se traduz em $18,310 para cada apreensão. Em alguns casos, o custo por apreensão pode ser menor.

Em uma operação de detenção em maio de 2008, o governo federal gastou $5.2 milhões, desde a preparação até os custos com o acompanhamento na invasão feita na Agriprocessors Inc., um abatedouro em Postville, Iowa, que levou à detenção de 389 pessoas, a maioria delas era formada por trabalhadores imigrantes indocumentados.

Naquele caso, o custo por apreensão foi de $13,368.

2. Detenção: $3,355

Custa $99 por cama e $12.82 por pessoal (guardas) por dia para se deter um deportado. De acordo com o relatório, o ICE tem 32,000 camas em 350 unidades operadas pelos governos ou por empresas privadas e 15,300 espaços num programa de supervisão de comunidades. Estes números excluem as despesas associadas com o aluguel pago aos presídios estaduais e às instalações municipais. Os deportados, em média, ficam detidos por 30 dias, o que eleva o custo por detenção à uma média de $3,355 por deportado.

3. Procedimentos Legais: $817

As dotações para o processamento de imigrantes indocumentados em 2008 foram de $238.32 milhões, os quais foram utilizados em 291,781 procedimentos legais. O valor de $817 por deportado é a estimativa mais conservadora, considerando-se o cálculo usado pelo número de casos iniciado, em vez do número de casos completados, e considerando o fato de que em 2008 a média foi de dois procedimentos realizados para se chegar a uma deportação.

4. Transporte: $1,000

Em 2007, a secretária asssitente do ICE Julie Myers estimou o custo de transporte em $1,000 por pessoa para os deportados. O relatório citou o Gabinete do Administrador Federal de Detenções que divulgou o custo do governo por pessoa para transporte dos deportados como sendo de $999 em 2008, e projetou um custo de $1,190 por pessoa para 2011. A maioria dos indocumentados vindos do México é transportada de volta por ônibus até a fronteira. Outros são transportados por avião pela Unidade de Operações Aéreas de Detenção e Remoção do ICE em parceria com o Sistema de Transporte de Estrangeiros e Prisioneiros da Justiça, que transportou quase 200,000 imigrantes indocumentados em 2008.