Desemprego aumenta no sul da Flórida

0
691

Taxa, porém, ainda é melhor do que a média nacional

A taxa de desemprego no sul da Flórida cresceu um pouco, mas ainda está abaixo da média nacional. De acordo com a agência local da Workforce Innovation, os condados de Palm Beach, Broward e Miami-Dade registraram a perda de 36 mil postos de trabalho em janeiro desse ano e os setores que apresentaram a maior queda são construção civil, imobiliário, varejo e financeiro. O índice no estado, porém, ainda é ligeiramente inferior à média de desemprego apurada no país: 4,6% na Flórida contra 4,9% em todos os Estados Unidos.
Na verdade, o ‘Sunshine State’ vem perdendo empregos desde setembro de 2007, quando mais de 105 mil vagas foram extintas. Até então, a região vinha experimentando sucessivos aumentos no número de postos de trabalho, desde 2002.
A área mais atingida do sul da Flórida foi Miami, com a perda de 16.200 vagas desde dezembro, seguida por Fort Lauderdale, com 14.200.