Dono de concessionária brasileira é procurado pela polícia

0
1050

Charles Ferrari, da Floridauto, está sendo acusado de lesar clientes

Charles Ferrari, dono Floridauto, de Pompano Beach, está sendo procurado pela polícia da Flórida, depois que pelo menos 45 pessoas apresentaram denúncias ao Departamento de Veículos Automotores (DMV, na sigla em inglês) de que seus carros estavam sendo retomados. O temor dos consumidores é que o brasileiro inclusive tenha revendido os automóveis e ficado com o dinheiro. As informações que circulam na comunidade é que Charles Ferrari – e sua mulher, Érica Guimarães – já voltaram para o Brasil.

Um dos lesados é o estudante German Guevara, que adquiriu um Honda Civic na Floridauto. Antes de pagar a última prestação, porém, o jovem tomou conhecimento que a concessionária havia fechado suas portas e ele acabou tendo o seu carro retomado, apesar de ter pago todas as mensalidades em dia.

Vítimas

“Eles quiseram me prejudicar e a outras pessoas também”, disse Guevara, que só conseguiu reaver o seu veículo depois que procurou a imprensa e pressionou o brasileiro. Outros, porém, não tiveram a mesma sorte e acreditam que o brasileiro não tenha repassado os pagamentos do financiamento.

No mesmo espaço da Floridauto funciona hoje uma outra concessionária, que está sofrendo com a insatisfação dos clientes que se dizem lesados. Entre esses consumidores estão alguns brasileiros que, inclusive, criaram uma página no Orkut para receber denúncias de outras pessoas envolvidas.

Em agosto, a polícia de Davie recebeu Charles Ferrari em uma audiência, onde ele teria confessado a fraude. “O caso já foi apresentado ao procurador do Estado para as devidas providências”, disse o detetive Bill Coyne, confirmando a existência de muitos outros clientes lesados.