Duas brasileiras continuam em estado grave após acidente em circo nos Estados Unidos

0
976

Dayana Costa e Stefany Neves passaram por cirurgia e estado de saúde delas continua grave

Acidente
Oito bailarinas ficaram feridas no acidente

DA REDAÇÃO COM TERRA E GLOBO – As bailarinas Dayana Costa, de 22 anos, e Stefany Neves, de 19 anos, continuam em estado grave após o acidente que aconteceu no último domingo, no circo Ringling Bros. em Providence, EUA. A terceira brasileira, Widny Neves, passa bem e já teria afirmando que pensa em voltar ao trabalho assim que possível.

Widny NevesO acidente aconteceu 45 minutos após o início o espetáculo, quando as artistas despencaram de uma altura de 12 metros. Oito bailarinas participavam do número, chamado de Hang-Hair, que é dirigido pela Trupe Medeiros, desenvolvida pelo brasileiro Andrey Medeiros e pela búlgara Viktoriya Medeiros. Viktoriya era uma das artistas participantes do número no dia do acidente.

As bailarinas estavam penduradas numa espécie de “lustre humano”, a 12 metros de altura, quando um cabo quebrou e elas caíram. As mulheres ficavam penduradas na estrutura pelos cabelos.

O estado de saúde da líder da trupe, a búlgara Viktoriya Medeiros, passou de grave para razoável no boletim médico divulgado na noite de quarta-feira (7). A dançarina Julissa Segrera continua em estado grave.

Viktorilla Liakhova e Svitlana Balanicheva e a também brasileira Widny Neves não tiveram o estado de saúde revelado pelo hospital. No entanto, nos últimos boletins médicos elas passavam bem. A mãe de Widny, Griselda Neves, viajou para Rhode Island e em entrevista para uma rede de TV local mostrou uma foto da filha em pé, com colar cervical e fazendo sinal de positivo. Ela teria dito que a filha já avisou que não vai desistir da carreira no circo.

Cerca de 3900 pessoas assistiam ao espetáculo na hora do acidente. O público achou que fazia parte da apresentação, mas as luzes foram apagadas para evitar que as crianças vissem as artistas machucadas. As apresentações do circo foram suspensas temporariamente e o secretário de segurança local, Steven Pare, disse que as autoridades e inspetores ainda não determinaram as causas do acidente.
O mentor do número circense é o brasileiro, Andrey Medeiros. Ele afirmou à imprensa que o grupo vem apresentando a acrobacia há anos apenas com duas mulheres, mas este ano o número de bailarinas passou para oito. De acordo com o website da companhia circense, Andrey é o responsável pela engenharia da armação de metal.

Previous articleBoatos assassinos
Next articlePreso um dos sócios da TelexFree
Fundado em outubro de 2000, o AcheiUSA Newspaper é um jornal semanal em português distribuído gratuitamente por centenas de estabelecimentos comerciais brasileiros, americanos e hispânicos, espalhados pelo estado da Flórida. Com notícias locais, imigração, cultura, agenda de eventos, cobertura social, negócios e a maior seção de anúncios classificados grátis em português fora do Brasil, o AcheiUSA é o mais completo e popular portal para os brasileiros vivendo nos Estados Unidos.