Em vídeo, americanos tiram sarro de brasileiros na Disney

0
2744

Na gravação, disponível no YouTube, os dois humoristas furam filas e tentam falar inglês de forma desastrosa

“”

DA REDAÇÃO (com G1) – Um vídeo em que uma dupla de humoristas americanos faz graça com o comportamento de brasileiros nos parques da Disney está dando o que falar entre os internautas. As informações são do portal de notícias G1.

Com o título “If American Tourists Acted Like Brazilians” (em português, “se turistas americanos agissem como os brasileiros”), o vídeo mostra os dois rapazes que fingem ser brasileiros no Magic Kingdom, parque da Disney em Orlando.

Na gravação (assista abaixo ao vídeo), eles tiram muitas selfies, pulam as barreiras de uma fila e se dirigem a funcionários do parque fazendo perguntas usando poucas palavras em inglês e deixando-os constrangidos. Falam frequentemente “I don’t understand” (eu não entendo) e cantam ao som de “loud noise” (barulho alto).

A trilha sonora é com músicas brasileiras e com o canto “Eu sou brasileiro/com muito orgulho/com muito amor”. Os humoristas, chamados Forest e Alan, são do grupo The Florida Men.

Nos comentários do vídeo, muitos brasileiros criticam a sátira, dizendo que é preconceituosa e desrespeita o país. Outros defendem os humoristas e afirmam que se trata apenas de uma piada ou que as cenas refletem, de fato, o comportamento dos turistas brasileiros nos EUA.

Repercussão
Assustados com a repercussão da gravação, Forest e Alan afirmaram à repórter Flávia Mantovani, do G1, que não tinham a intenção de generalizar.

Eles dizem que trabalharam por muito tempo nos parques da Disney e que se basearam nas experiências que tiveram nessa época.
“Comédia é 75% observação, e estamos apenas tentando fazer as pessoas rirem usando o que vimos na Flórida”, afirmam. Também deixam claro que o vídeo não reflete a visão da Walt Disney Company.

Os humoristas afirmam que é possível fazer graça com qualquer grupo que visita a Disney.

“Os grupos da América do Sul tendem a ser muito barulhentos e entusiasmados por estarem lá. Por outro lado, os americanos tendem a agir como se fossem donos do parque inteiro. E também há formas de satirizar esse comportamento para criar comédia”, escreveram, em nota.

“Fazemos graça com nós mesmos constantemente também. Sem os brasileiros a Disney não seria o que é hoje”, completaram.