Embaixador Araújo Castro homenageado

0
737

O diplomata parte para Washington levando com ele o carinho dos brasileiros da Flórida

Um grupo de brasileiros reuniu-se nesta terça-feira, dia 19 de julho, na Primeira Igreja Batista do sul da Flórida, em Broward, para prestar uma homenagem e despedir-se do embaixador Luiz Augusto de Araújo Castro, que está em seus últimos dias como cônsul geral do Brasil em Miami, posto que ocupou durante o período de três anos e meio.

O mestre de cerimônias foi o pastor Silair de Almeida, que deu as boas-vindas a todos os presentes e passou a palavra a alguns líderes da comunidade brasileira que aproveitaram a ocasião para elogiar a administração de Araújo Castro à frente do Consulado Geral do Brasil em Miami, pontificada na melhoria dos serviços consulares e na multiplicação dos consulados itinerantes.

Urbano Santos, do Centro Comunitário Brasileiro, foi o primeiro a tomar a palavra, seguido pelo pastor Antonio Correa, que falou em nome dos pastores evangélicos. Em seguida, Jorge Nunes, diretor do AcheiUSA, representou a imprensa local e enalteceu o bom relacionamento estabelecido entre o consulado e os representantes da imprensa local. O novo presidente do Rotary Club de West Boca, Francisco Pessoa, também destacou o apoio do consulado às atividades da entidade, bem como Adriana Sabino, que enfatizou a entrega de Araújo Castro às causas culturais, como aquelas capitaneadas pelo Centro Cultural Brasil-USA da Flórida, presidido por ela. Finalmente, Silair ratificou as palavras dos antecessores e destacou a presença de um advogado de imigração na sede do consulado em Miami para auxiliar as pessoas que procuram por assistência jurídica.

Reconhecimento recíproco

O mesmo sentimento de amizade é compartilhado pelo embaixador Araújo Castro, que fez questão de destacar o enorme carinho que está levando com ele durante o convívio com a comunidade brasileira. Carinho materializado pelas duas placas oferecidas pela Primeira Igreja Batista do Sul da Flórida quando de sua chegada, datada de 8 de fevereiro de 2008, e a de sua partida, no dia 19 de julho de 2011.

Ele confessou ter desfrutado bastante desta experiência com os brasileiros instalados em todas as partes da Flórida e o único arrependeimento talvez seja o de não ter viajado mais pelo estado. Aproveitou para exaltar a comunidade brasileira, considerada pelos próprios americanos como ordeira, alegre e festiva. E que cada vez aumenta mais. “Somente no ano passado, registramos 1.600 brasileiros nascidos na Flórida”, comentou com júbilo.

Vindo do México e do Peru, Araújo Castro destacou o forte relacionamento comercial entre a Flórida e o Brasil que supera até mesmo o comércio total do Brasil com aqueles países. E isto ainda é realçado pelo enorme grupo de turistas brasileiros que gastam muito aqui em nosso estado ” mais de US$ 1 bilhão apenas no ano passado. “Isto tem motivado até mesmo as autoridades comerciais dos EUA a lutar pela suspensão do visto para entrada de brasileiros aqui”, comentou o embaixador.

Em 42 anos de carreira, Araújo Castro admitiu que este posto foi especial por ter permitido lutar pelas boas causas, como as divulgações culturais, a ajuda a brasileiros carentes, inclusive com apoio nos casos de deportações “que o consulado nada pode fazer para evitar ” e com o envolvimento do processo dos Brasileiros no Mundo que procura descobrir as necessidades e os sucessos dos brasileiros que vivem fora do Brasil.

E já se comprometeu a estar presente ao quarto encontro dos Brasileiros no Mundo, marcado para o próximo mês de outubro, em Brasília. Particularmente, ele acha interessante Brasília sediar este encontro, “porque as autoridades executivas e legislativas poderão sentir de perto como é a vida dos brasileiros que moram no Exterior”.