Embaixador se encontra com a comunidade

0
640

Agripino Maia ratificou importância da carteira consular para que o governo brasileiro saiba quantos somos

Temas de grande relevância para a comunidade brasileira foram discutidos na sexta-feira, dia 9, durante o Grande Encontro da Comunidade, que contou com a presença do embaixador Oto Agripino Maia, subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior. O evento aconteceu na Primeira Igreja Batista do Sul da Flórida e durante o debate representantes da comunidade e a imprensa falaram sobre os maiores problemas vividos pelos brasileiros que moram nos Estados Unidos.

O objetivo era levar ao conhecimento do governo federal as demandas da comunidade.

Brasileiros presos

As dificuldades de imigração foram colocadas em pauta, devido ao grande números de brasileiros que estão detidos no país e que encontram dificuldades até para voltarem ao Brasil. O embaixador reconheceu a existência de pelos menos 850 brasileiros presos nos EUA, embora tenha afirmado que não há muito o que o governo possa fazer. Segundo Maia, o próprio consulado tem dificuldades de acesso às dependências carcerárias e também não foi possível, ainda, negociar um tratado de cooperação entre os dois países que permita agilizar a devolução de brasileiros ao seu país.

Também foram discutidos assuntos como dificuldade de acesso a tratamento médico e facilitação da readaptação dos brasileiros, quando voltam para o país. Esse tema foi discutido com ênfase, já que no último ano milhares de brasileiros escolheram retornar para casa. Nesses casos, a maioria enfrenta dificuldades de reacomodação, já que não têm fácil acesso a financiamentos de carro ou casa e à aquisição de cartões de créditos, e ainda sem histórico de crédito no Brasil.

Agripino Maia afirmou que o governo tem conhecimento desse problema e que já há nos ministérios do Trabalho e da Previdência Social projetos no sentido de solucionar a questão. Em alguns países, como o Japão, regularmente são realizados cursos e workshops com informações úteis para os brasileiros que desistem do sonho de imigrante.

A necessidade de manutenção da língua portuguesa fora do Brasil e de educação de brasileiros semi-alfabetizados também foi discutida. Alguns líderes propuseram a criação de programas de alfabetização.

O principal objetivo do encontro foi aproximar ainda mais a comunidade e as esferas governamentais federais. Outro evento nesse sentido será realizado no Rio de Janeiro, em julho (ver matéria abaixo).

EUA terá mais dois consulados

Durante sua visita Agripino Maia reafirmou também a abertura de mais dois consulados brasileiros nos Estados Unidos – em Hartford (MA) e em Washington- ampliando para 8 o número de consulados no país. Ele anunciou a implantação de novos métodos de trabalho para agilizar os serviços consulares aos brasileiros – o Ministério das Relações Exteriores é responsável por 160 consulados e setores consulares em todo o mundo. Agripino Maia, que já foi Cônsul Geral em Londres e embaixador em Estocolmo, é o maior responsável pela assistência aos consulados e às comunidades brasileiras fora do Brasil.

Carteira consular

Maia também reafirmou o lançamento da carteira consular, um documento que será emitido pelos consulados brasileiros. A carteira será aceita como documento válido, nos EUA, por alguns bancos e várias instituições. O objetivo é também permitir ao governo brasileiro saber quantos são os brasileiros que vivem no exterior. Segundo dados do ministério das Relações Exteriores cerca de 3 milhões brasileiros vivem fora do Brasil e mais da metade desse número está nos Estados Unidos. A comunidade dos Estados Unidos é também a mais privilegiada, segundo o embaixador, já que conta com brasileiros de níveis cultural e educacional não tão baixos.

Participaram do encontro o Cônsul Geral do Brasil em Miami, Luiz de Araujo Castro, e o deputado federal Geraldo Thadeu (MG).

Conferência “Brasileiros pelo mundo” será dias 16 e 17 de julho

A visita do embaixador Agripino Maia teve ainda outra finalidade: convidar líderes brasileiros locais para participar da grande conferência “Brasileiros Pelo Mundo” que acontecerá nos dias 16 e 17 de julho, no Palácio do Itamaraty do Rio Janeiro.
O evento visa reunir líderes comunitários de vários países. Esses líderes serão responsáveis por levar ao conhecimento do governo federal brasileiro as demandas dos brasileiros que vivem fora do Brasil. Centenas de representantes das comunidades do Japão, da Europa e dos Estados Unidos participarão do encontro.

Estarão presentes à conferência os ministros das Relações Exteriores, do Trabalho e da Previdência Social. Temas como assistência social, cultura, educação e saúde serão debatidos durante os dois dias do evento. Os interessados em participar do evento podem entrar em contato com a Igreja Batista ou com os consulados brasileiros nos Estados Unidos para obter maiores informações.

Contatos:

Primeira Igreja Batista do Sul da Flórida – (954)783-0119
Embaixada Brasileira em Washington DC (202) 238-2828
Consulado Geral do Brasil em Miami, FL – (305) 285-6200
Consulado Geral do Brasil em Boston, MA (617) 542-4000
Consulado Geral do Brasil em Chicago, IL (312) 464-0244/464-0245
Consulado Geral do Brasil em Houston, TX(713) 961-3063
Consulado Geral do Brasil em Los Angeles, CA (323) 651-2664
Consulado Geral do Brasil em New York, NY (212) 916-3200
Consulado Geral do Brasil em San Francisco, CA (415) 981 8170