Epidemia de dengue é ameaça em MG

0
480

Depois das chuvas, autoridades temem pela proliferação do mosquito transmissor da doença

A chuva deve dar uma trégua neste mês, ou pelo menos diminuir de intensidade na capital mineira, após deixar um rastro de sujeira em diversas cidades. A possibilidade de uma estiagem provoca outro alerta: o aparecimento da dengue. O forte calor e a água acumulada em recipientes descartados são ambientes ideais para a criação e proliferação do mosquito da dengue, o Aedes aegypt, transmissor da doença. E o problema é que, em muitas cidades do estado houve troca de prefeitos, e agora é que as autoridades estão tomando parte da situação.

Em Belo Horizonte, por exemplo, houve troca de comando na secretaria de Saúde. A capital mineira, que já passou por uma epidemia com mais de 60 mil casos na década de 90, está entre as que mais corre risco. No final de 2007, o índice de infestação do mosquito era de 0,4%, o que resultou em 12 mil casos confirmado da doença em 2008. Em outubro passado, o índice de infestação do mosquito nas casas da capital mineira era de 0,9%, mais do que o dobro de um ano atrás.