Erótico 50 Shades of Grey bate recorde de faturamento em estreia

0
928

Erótico 50 Shades of Grey bate recorde de faturamento em estreia

O filme 50 Shades of Grey, baseado em uma bem-sucedida série de livros de forte tom erótico, quebrou recordes em sua estreia nos Estados Unidos, no último fim de semana. O longa, massacrado pela crítica e classificado informalmente pelo público como um “soft porn”, faturou $81.7 milhões em três dias de exibição, sendo exibido por 3,646 cinemas espalhados pelo país. A marca supera, com grande folga, o filme Valentine’s Day, que antes detinha o recorde de faturamento em um fim de semana de President’s Day, informa o site da revista de cinema Variety.

Entretanto, apesar de ser um fenômeno global, fãs do livro na China e em outros países não vão poder ver a versão adaptada para o cinema nas telas grandes. O longa foi lançado na semana passada em 57 mercados internacionais (incluindo na França, onde foi declarado adequado para qualquer pessoa acima de 12 anos).

O filme conta a história de um relacionamento entre um rico empresário e uma universitária, incluindo cenas que descrevem o uso de chicotes e servidão sexual.

O distribuidor da produção, a Universal Pictures, não prepara um lançamento na China – o segundo maior mercado cinematográfico do mundo -, de acordo com uma fonte com conhecimento sobre os planos da empresa, que falou sob a condição de anonimato. Filmes sexualmente explícitos geralmente não passam pelos censores do governo chinês. Três países que com frequência rejeitam conteúdo sexual – Malásia, Indonésia e Quênia – proibiram a exibição de 50 Shades of Grey nos cinemas.