EUA levam bronca no Fórum Social por causa da crise

0
690

Para líderes sul-americanos, capitalismo está em baixa. Mais de 10 mil pessoas participam do evento

O Fórum Social Mundial, que está sendo realizado em Belém do Pará (Brasil), reuniu os principais líderes esquerdistas sul-americanos, entre eles Hugo Chávez (Venezuela), Rafael Correa (Equador), Fernando Lugo (Paraguai) e Evo Morales (Bolívia). O assunto principal dos debates não poderia ser outro senão a grave crise econômica internacional e os participantes aproveitaram para criticar os Estados Unidos.
“Miséria, pobreza e desemprego estão crescendo, e a maior parte da culpa é do capitalismo global”, disse Chávez, deixando claro que considera a má administração econômica da Casa Branca culpada pela situação do mundo. Mais moderado, o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, não fez críticas abertas aos Estados Unidos, preferindo culpar o “cassino capitalista dos especuladores” pela recessão. Mais de dez mil pessoas participam do evento.