EUA querem encerrar missão no Iraque com honra, afirma Cheney

0
632

Os EUA estão decididos a encerrar a missão no Iraque com honra, afirmou o vice-presidente americano Dick Cheney nesta quarta-feira, no mesmo dia em que Londres anunciou uma redução de suas tropas do país árabe.

“Quero que saibam que o povo americano não apoiará uma política de retirada no Iraque”, declaró Cheney a bordo do porta-aviões “USS Kitty Hawk” na baía de Yokosuka, perto de Tóquio.

“Queremos terminar a missão, queremos que isto seja feito da maneira correta, e queremos voltar com honra”, acrescentou, depois de ser saudado por uma salva de artilhaira e aclamado pelos soldados americanos.

As declarações foram feitas poucos momentos antes de Londres, principal aliado de Washington, anunciar um programa de retirada das tropas britânicas do Iraque.

No total, 7.100 soldados britânicos estão mobilizados na região de Basra (sul). As forças britânicas constituem o segundo mais importante contingente estrangeiro no Iraque.

Cheney também agradeceu Tóquio pela ajuda no Iraque e Afeganistão.

Aproveitou ainda para reafirmar a solidez da aliança EUA-Japão, apesar das recentes notas discordantes entre os dois países, em particular no que diz respeito à guerra no Iraque.

A intervenção americana no Iraque tem sido objeto de críticas, pouco freqüentes, por parte de alguns dirigentes japoneses, entre eles o ministro da Defesa Fumio Kyuma, que declarou recentemente que a guerra foi um erro.

De acordo com uma pesquisa publicada na terça-feira pelo jornal de esquerda Asahi, 57% dos japoneses têm a mesma opinião que o ministro da Defesa sobre as operações dos EUA no Iraque.